sábado, 19 de maio de 2018

O olhar de um homem apaixonado. A agora Duquesa de Sussex, mais conhecida por Meghan Markle, quando mostrou ao mundo que menos é quase sempre mais

Nada de decote demasiado revelador à frente, nem de decote demasiado profundo nas costas. Vendo bem, quase não existem decotes, algo que só revela bom gosto. Nada de rendas, folhos, cais-que-cais, lacinhos, transparências, brilhantes, lantejoulas, assimetrias, pele em catadupa à mostra. Nada de nada. No entanto olha-se para, a agora Duquesa, ao lado do seu, agora Duque, e pensa-se, ou neste caso eu penso: a simplicidade, ou aparente simplicidade, ou complicada e meticulosa simplicidade quando tem como aliada o bom gosto não precisa de mais nada. 

(temos um Príncipe apaixonado, ou um Duque apaixonado, nada bate o olhar de um homem apaixonado, verdadeiramente apaixonado - mulher que nunca sentiu isso na pele é porque nunca viveu realmente, convém experimentar nem que seja uma única vez na vida...)


10 comentários :

  1. Acho que tudo isso fez parte do protocolo. Se usasse decote, teria sido o centro das atenções (embora em qualquer casamento que se veja, a noiva o seja sempre) mas como estamos no mundo da realeza britânica, o epicentro das atenções deve ser sempre a rainha e o príncipe...e como a rainha já não pode ou já não deseja usar decote...há que respeitar a hierarquia porque estão muito milhões de herança em risco.
    Quanto à Paixão do príncipe, para já parece-me ser verdadeira (são todas), mas quando um homem consegue obter com relativa facilidade tudo aquilo que a vista alcança, fico sempre nas expectativa de saber quais vão ser as cenas do capitulo seguinte. O Carlos também dizia-se muito apaixonado pela Diana até se descobrir que ele tinha um caso com a Camilla Parker-Bowles...

    Bom fim de semana, Maria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Faz parte do protocolo mas não só, terá muito a ver com a personalidade da pessoa, da noiva. Eu, por exemplo, não gostei do vestido de noiva de Kate Middleton, e esse já tinha um decote em bico, um pouco mais pronunciado sem ser em excesso, só que era um vestido muito insosso - se é que um vestido de noiva pode ser insosso. Este de Meghan Markle é fabuloso na sua simplicidade, entretanto admito que decotes à barco são dos meus preferidos. Meghan estava irrepreensível, majestosa, elegantíssima. Vai dar que falar, esta senhora Duquesa, sem dúvida.

      (uma noiva por vezes é o centro das atenções e não pelas melhores razões, garanto-lhe)

      (decotes demasiado pronunciados, pelo menos à frente - nas costas pode ser elegante - deixam qualquer mulher, tenha a idade que tiver, com um 'arzinho' meio vulgar; elegância não passa por mostrar tudo, essa parte muitas mulheres/raparigas ainda não apanharam)

      O olhar de um homem diz tudo, não adianta nada um homem dizer a uma mulher 'amo-te' e os olhos revelarem exactamente o contrário - o sentido é sempre o dos olhos, isso garanto-lhe.

      Não me parece que na altura o Príncipe Carlos ao casar com Diana de Gales tivesse este mesmo olhar que Harry tem para com Meghan. Nem de longe. Um é um homem apaixonado, o outro foi um homem conformado, daí o desfecho.

      Tenha também um bom fim-de-semana, Francisco.

      Eliminar
  2. Concordo inteiramente e de facto estava lindíssima e o olhar de ambos mostrava que estão mesmo apaixonados. Também gostei do olhar e sorriso cúmplices com a avó:)

    O amor é lindo e não há casamento que não me comova e este foi mais um!

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O superlativo de linda foi muito bem usado, Fatyly. Lindíssima, realmente. De uma elegância de se lhe tirar o chapéu. Eu, como gosto muito disto de não existir muito espalhafato num vestido de noiva, adorei, confesso.

      O olhar de uma homem apaixonado é único. Aquilo nota-se à distância :)

      Boa noite, Fatyly.

      Eliminar
  3. Linda que ela estava, apaixonados que eles estão!
    Amei o vestido, a pouca maquilhagem, o olhar apaixonado dos dois...
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida, Marina, apaixonados que estão. Nota-se. Uma pessoa até parece que volta a sentir fé nisto do ser humano quando se apercebe que duas pessoas ainda se conseguem olhar daquela forma. Uma lufada de ar fresco na família real britânica.

      A tiara emprestada pela Rainha Isabel II, nada disso de ser ostensiva. Pessoalmente, ostentações é coisa que dispenso, portanto, a meu ver foi muito bem escolhida, embora seja isso de uma tiara.

      O bouquet de noiva tem todo um simbolismo digno de ser lido.
      By revista Caras:
      "Houve um detalhe no bouquet de noiva de Meghan que foi na verdade um tributo à mãe do noivo, Diana. No arranjo floral encontram-se miosótis, que eram as flores favoritas da princesa de Gales, juntamente com raminhos apanhados por Harry no jardim particular no Palácio de Kensington. No ramo também havia astilbe, uma flor que significa, simbolicamente, "eu vou estar à tua espera", lírios-do-vale, que simbolizam ternura e o regresso da felicidade, além de serem a flor tradicional do mês de maio. No bouquet não foi esquecido o raminho obrigatório de murta, uma tradição que remonta ao reinado da rainha Victoria e seguida pela duquesa de Cambridge, pela princesa de Gales e pela rainha nos seus casamentos." Por fim, o bouquet de Meghan continha astrantia, que significava força, coragem e protecção."

      Beijinho, Marina, bom domingo.

      Eliminar
  4. Confesso que nunca tinha visto uma reportagem do género. Hoje, contudo, sentia-me cansado ao fim de mais uma semana de trabalho, e resolvi dar voz aos sinais: hoje não vais lá para fora trabalhar na terra, vais ter mesmo que descansar. E eu, recordando toda a aprendizagem sobre bom senso, concordei. Liguei-me a TV e, genericamente, todos os canais estavam na mesma onda. Fui ficando, fui vendo, a expressão do príncipe começou a prender-me: o homem está mesmo apaixonado.
    E depois? Bem, que interessa o depois, quando uma criatura se encontra neste estado? Deixem-na viver, caramba!

    Um beijinho, Maria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E fez o AC muito bem, dar voz aos sinais pode significar, de alguma forma, um género de salvação, ainda que seja momentânea, penso eu.

      Eu cá também acho que 'o homem está mesmo apaixonado'. O agora Duque de Sussex e simpático Henrique de Gales, mais conhecido por Harry, apaixonou-se. Estou consigo, AC, é deixá-lo viver com caramba no final :))

      Beijinho e continue a insistir nisso do descanso :)

      Eliminar
  5. Hoje, particularmente neste tema, faço blackout.
    Passa-me completamente ao lado.

    Um bom domingo para si, caríssima Maria.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos que trazer para o dia-a-dia, até arriscaria escrever, obrigatoriamente, boas energias, e isto de ainda existir gente a olhar-se nos olhos de modo apaixonado, já começa a ser raro, logo, eu cá acho um excelente tema. Se a malta não parar para respirar de quando em vez, enlouquece.

      Beijinho, para si também, caro Observador.
      Bom domingo :)

      Eliminar