quinta-feira, 10 de maio de 2018

Dois mil milhões de pessoas no Facebook e eu não sou uma delas. Gosto!


O ano passado fui passar uma semana de férias a casa de um familiar, não conheço muita gente naquela rua, só que, a chegada de uma pessoa que não mora ali suscita sempre muita curiosidade, portanto em poucas horas já sabia o nome de quase toda a gente. Lembro-me de um senhor passar pelo portão muito irritado e dizer em voz bem alta: eu aqui preocupado por ver tudo fechado em casa, e só soube há pouco ao entrar no Facebook deles que foram ontem para o Algarve... Isto porque mesmo ao lado mora família, família essa que em vez de avisar que ia de férias, já que moram ao lado uns dos outros, decidiram publicar fotos lá do Algarve onde já se encontravam, no Facebook.

Parece que a vida agora é isto. Eu passo, viver para mim, não é, seguramente, isto. 

10 comentários :

  1. :) e assim pode ser perigoso porque ladrões amigos podem resolver fazer-lhes uma pequena visita...
    eu tenho FB mas muito parado, uma das minhas irmãs não tem, nem quer ter :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, bem lembrado, Gábi, essa é a parte que a polícia costuma avisar, alertar, isso de não se publicar fotos no momento em que se está de férias lá longe, mas apenas quando já se voltou dessas mesmas férias. Tenho algumas dúvidas que as pessoas cumpram. Existe uma qualquer obsessão de se mostrar ao mundo tudo o que se está a fazer no momento. Tenho para mim que um dia vamos perceber muita coisa, aliás, já se está a perceber, só que o susto ainda não foi o suficiente, as pessoas têm memória curta.

      Ah, sou do clube da sua irmã, já me sinto mais acompanhada :)

      PS: Consulto no entanto alguns Facebooks de algumas pessoas, empresas, lojas, mas esses são profissionais apenas. Esses sim, concordo o mais possível.

      Eliminar
  2. Também não ando e mas que dizes depois queixam-se que são assaltados etc e tal. Não sei e nem quero saber porque é algo que nunca me suscitou curiosidade. Como tal também estou fora do baralho:)))

    Beijocas e uma boa tarde

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por muito que tente não consigo perceber esta coisa do Facebook e de se partilhar tudo e mais alguma coisa (?)

      Agrafaram-me à nascença um gene queimado, e estragado, só pode, são coisas tão elevadas estas do Facebook que não consigo alcançar. Inculta, eu, só pode ;))

      Tenha também uma boa tarde, Fatyly.

      Eliminar
  3. Se o Facebook não existisse, como raio íamos saber que a Maria não faz parte do grupo de fãs do mesmo?

    Se comentar o meu comentário, pense duas vezes sobre o conteúdo do mesmo.
    (é favor considerar esta frase como um desafio)

    Com votos de uma muito boa tarde, pelo na trouxa e vou andando :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E desde quando saber coisas de uma Maria qualquer acrescenta algo ao mundo? ;)

      O que é que é isso de 'pelo na trouxa'? Não conheço esse tipo de pelo sem acento circunflexo. Sendo assim vejo-me impedida de responder em conformidade.

      Pelo sim, pelo não, é melhor ir andando. Beijinho para si também, caro Observador.

      Eliminar
    2. Não é "pelo na trouxa"!!! :)))
      Quis escrever 'pego na trouxa'. Caramba, o teclado tem destas coisas.

      Alguém aqui falou numa "Maria qualquer"?
      Eu não fui, juro que estou inocente.

      Eliminar
  4. :)
    O quê, a Maria não se interessa pela montra?!? :)
    Pronto, já somos dois!

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma montra com produtos desinteressantes. Passo. :))

      Beijinho para si também, AC :)

      Eliminar