segunda-feira, 6 de março de 2017

Mulheres do meu país, toca de cansar os maridos...

Uma pessoa ouve certas coisas e parece que ainda está em pleno séc.XV. 


ó para as pérolas da senhora

"Pode fazer aquilo que todas as mulheres fazem, canse o seu marido"
Maria Helena, de seu nome, deve ter um problema qualquer quando se refere a todas as mulheres. Vai na volta, todas as mulheres, também, calçam os chinelos ao marido mal os maridos chegam do trabalho e se sentam no sofá. Quem sabe, também, vão a correr buscar uma "bejeca" ao frigorífico porque o coitadinho tem muita sede, está muito cansado e tal. Obviamente que tudo é feito de língua de fora, a abanar o rabinho, como se se esperasse mais ordens do marido, O que é necessário é prendê-lo em casa não vá o dono sair para se encontrar com uma galdéria.

"Se ele fizer muita ginástica em casa, ó minha filha, depois vai pá rua e já sobra pouco"
Que classe, hein! Portugal no seu melhor.

"ó filha, canse-o"
Este... ó filha... fica mesmo bem em tv. A classe continua. A nossa tv é só bons exemplos.

"olhe, tá-lhe a falar uma mulher que tá casada há 50 anos"
E?...
(já tinha idade para ter juízo,, talvez ficar em casa para que o marido não fuja para a rua, sei lá!)

"porque eu tou-lhe a dzer qeu sei"
As nossas senhoras que telefonam, vá-se lá saber  a razão, vão aprender a falar muito bem português. Ó ó.

"é assim que se faz pa gente salvar os nossos casamentos"
"temos que ser mais espertas que as galdérias"
Até me admira que não tenha dito cas galdérias...

6 comentários :

  1. Vi no dia 3 no blogue do Bruno. Incrível. Tenho ideia de ter visto um programa ou dois, quando a Maya foi para o canal da CM. E pareceu-me na altura uma senhora educada. Quando vi o vídeo no blogue fiquei de boca aberta. Será que o café da manhã estava estragado naquele dia, ou aquilo é assim todas as manhãs?
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo que sei, Elvira, e é possível verificar indo à box, Maria Helena é mesmo assim. Nem sei como definir o... assim, o que sei é que isto é muito mau, influencia de modo negativo senhoras humildes, simples, ingénuas, que acreditam neste tipo de filosofia meio neandertal. O problema é que são bem capazes de passar esta "cultura" toda às filhas, quem sabe, às netas. Com este tipo de coisas não saímos da cepa torta. A ganância de uns sempre a dar cartas...

      Abraço, Elvira.

      Eliminar
  2. Este tema não merece o meu comentário. Bem, sempre direi que esta tal Maria Helena é uma besta.
    Ponto final!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Observador, quando for assim conte até três e use de humor, quando a malta usa humor em determinados assuntos aquilo pode ser que seja mais eficaz ;)

      (com este tipo de programas a SIC também tem aquilo de trash tv)

      Eliminar
  3. Vi alguns para ter uma pequena ideia e esta é com "ó filha" e a outra é como "ó querida".

    Mas fartei-me de rir com as tuas palavras às frases da "ó filha":))))

    Sabes Maria o que por vezes penso quando me deparo com programas do género? Embora respeite quem acredite e alinhe nesta fonte do Além:))), pergunto: Não pagarão alguma coisa a quem telefona?

    Um bom serão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O "meu anjo" tira-me do sério - é que irrita a pessoa até à quinta nota, seja lá isso o que for. É só dar um salto à box e uma pessoa sai dali a bater mal, passo a expressão. Aquilo cheira a oportunismo, a senhora Maria Helena vende tudo... só não entendo como é que as mulheres se deixam levar por aquelas balelas com cheiro a seboso.

      (olhe que isso do "Não pagarão alguma coisa a quem telefona?"... não está nada mal visto, mesmo nada, a Fatyly é bem capaz de estar no bom caminho :)

      Tenha uma boa noite.

      Eliminar