quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

O melhor anúncio do Dia dos Namorados que me foi dado ver (parabéns à RTP pela originalidade)

Chamo-me Maria e desculpo sem qualquer problema. Nem sequer simpatizo com o dia dos namorados. E sim, é verdade, numa outra vida devo ter sido homem e vim de lá traumatizada com toda esta pressão de ter que namorar sem respirar desde que o dia 14 de Fevereiro se levanta até que o dia 14 de Fevereiro se deita. Cansaço.



(criatividade muito saudável, ó ó)

Já não se aguenta tanto ramo de rosas encarnadas.
Já não se aguenta tanta caixa de bombons.
Já não se aguenta corações em cima de camas feitos com pétalas de flores.
Já não se aguenta os ursinhos I-lóve-iú
Já não se aguenta tanta pomba assassinada.
Já não se aguenta.
Venha de lá uma águia bem fresquinha.
Ufa!

14 comentários :

  1. Boa!Não sabia que o Benfica jogava nesse dia.
    O meu programa para o dia dos namorados. Manhã, encontro com Amadeo de Souza Cardoso, no CNAC.
    Almoço em Belém, partilhado com mais cinquenta e tal pessoas. Tarde, Palácio Nacional da Ajuda.
    Sem flores, sem ursinhos, sem caixas de bombons. Em 53 anos de vida em comum, nunca tivemos dias marcados para namorar, ou para trocar mimos. 365 dias no ano e só um para namorar, é uma pobreza franciscana.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O anúncio está muito bom. A locução perfeita. Simples, delicioso e eficaz. Eu cá gostei muito.

      Já percebi que vai ter um dia 14 de Fevereiro muito preenchido. Faz muito bem, Elvira, bato palmas a isso.

      "365 dias no ano e só um para namorar, é uma pobreza franciscana" (ahahahahahah). Agora esteve muito bem.

      Tenha uma boa noite, Elvira.
      Um abraço para si também.

      Eliminar
  2. Não acho piada ao dia dos namorados. Namorar tem dia? Não, obviamente. O namoro acontece sempre que dois personagens, maioritariamente do sexo oposto, quiserem.
    A origem deste dia é, de acordo com os sites especializados na matéria, uma coisa que não se encaixa nas comemorações actuais.

    O Benfica joga diante do Borussia Dortmund no dia 14 por imposição da UEFA que não teve, é óbvio, outra intenção a não ser a de cumprir calendário. E a RTP faz pela vida, anunciando a transmissão em directo desse encontro ... no dia dos namorados. Que raio de ideia a dos responsáveis pela estação televisiva!
    Por curiosidade, no mesmo dia o Paris Saint-Germain recebe o Barcelona. Será que alguma estação televisiva parisiense aproveita o ensejo para relembrar aos mais distraídos que Paris é a cidade do amor? Era bem visto não era?

    Que a águia voe bem alto!
    Tenho dito!

    Um beijinho para si, senhora Dona Maria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Observador, tenha em conta que aqui só se trata de publicidade bem feita. Original. Eficaz. Não faço ideia de qual é a agência de pub. que está por detrás, mas que são bons nisso de acertar no alvo, lá isso são. Tanto é eficaz que duvido que alguém se esqueça do jogo desse dia, dia 14 de Fevereiro, supostamente um dia de namorados. Pensava eu que este país andava com um défice qualquer em criatividade e eis senão quando nos (me) surpreendem em bom. Não está aqui em questão ser a RTP, poderia ter sido a SIC ou a TVI ou outro canal qualquer. Eu gostei, confesso, já aborrece um bocadinho a quantidade de clichés com que somos brindados, haja lufadas de ar fresco que bem precisamos :)

      Beijinho e tenha um bom fim-de-semana.

      Eliminar
  3. Muito bem conseguido, sim senhor!:)

    Coitados dos namorados, também já mereciam algo melhor: para mais do mesmo já bastava!:):)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nem gosto especialmente de futebol, o que me interessou aqui foi realmente a parte criativa.

      Namorar é para todas as idades, os meus pais estiveram casados 30 anos e não conseguiam andar na rua sem ser de mão dada. Eu sentia um enorme orgulho de os ver assim, mesmo quando estavam zangados aquilo não se notava nada, a minha mãe lá puxava a mão do meu pai e ele lá cedia :)

      (acho que se estraga e muito este dia dos namorados com os trezentos mil clichés que se colocam em cima, está a matar de ano para ano um dia que até podia ser agradável mas apenas acaba por ser stressante e chato)

      Eliminar
  4. Bom dia, Maria :)
    Preferia que fosse o Sporting, apesar dos pesares, mas pronto....
    Não se aguenta esta pressão do dia dos namorados!!! É igual à passagem de ano!!! Não é o facto de existir, é o facto de parecer haver uma obrigação de comemorar! Mais: uma obrigação de ter com quem o fazer, uma obrigação de... Irrita-me profundamente! É uma coisa que não se aguenta.... Podia existir, como existem tantos dias de tudo! Mas esta obrigação , este folclore todo é insuportável! Tanto que, na brincadeira (acho, vai-se ver é a sério!) já se diz que se alugam namoradas/os para este dia! Ainda há dias, uma pessoa que muito estimo (a Maria sabe quem é) falava precisamente desta obrigação e da forma como acaba por condicionar as pessoas... Ele dizia que uma pessoa que estivesse a marcar um jantar de negócios, ou com um amigo, familiar , whatever, acabava por evitar marcar para este dia porque... "Eh pah, não podemos ser vistos juntos, porque se nos vêem juntos hoje, a jantar, pensam que...." ... Se eu acredito que isto acontece? Nunca tinha pensado nisso, mas acho que sim.... Acho que entre marcar um jantar com um amigo para o dia de hoje ou de amanhã, iria escolher marcar logo para hoje, para evitar comentários... O pior é se isso ia interferir com alguma coisa que era preferível fazer hoje a fazer amanhã.... Acabava por prejudicar....

    Eu não tenho aparecido porque.... Enfim.... A minha vida dava uma saga... Agora estou a viver o sonho da minha vida! Acredite! O IEFP, como final do curso que estou a tirar, pôs-me a fazer o estágio numa mercearia de bairro! Nem posso acreditar nesta felicidade! Acho que a Maria sabe que adoro de paixão o ambiente de mercearias de bairro! era o meu sonho desde criança: trabalhar numa mercearia de bairro! Esta, como cereja no topo do bolo, para a minha felicidade ser ainda maior, funciona também como tasca! Como deve calcular, estou a viver o sonho da minha vida! É pena ser só mais 4 semanas! Mas é um sonho! Melhor que isto, só mesmo a Maria no Facebook!

    E então, é por isso que não tenho aparecido, chego a casa tão feliz que não penso noutra coisa!

    Vamos lá ver, até amanhã, quantas mais pessoas me vão perguntar como vou comemorar o dia dos namorados e a cara de horror que vão fazer quando eu disser que não vou comemorar e que nem tenho namorado!

    Um abraço e boa semana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá São,

      Apesar de tudo penso que é diferente, a passagem do ano é apenas mais uma festa, agora este constante pressionar as pessoas para comprar e comparar e namorar e namorar num dia 14 de Fevereiro, rebenta com o verdadeiro espírito de uma data que até poderia ser bem agradável. A bem dizer o tal lado romântico é completamente destruído pelo apelo ao consumo, ao quase obrigar as pessoas a comprar alguma coisa de uma forma que, por vezes, roça a agressividade. É a ganância de uns a aproveitar-se da ingenuidade de outros. Triste o que estão a fazer com isto tudo. É o Natal que perde de ano para ano o verdadeiro cheiro a Natal com a porcaria (peço desculpa pelo termo porcaria) do compre e compre e compre presentes e mais presentes ou prendas e mais prendas. Eu até sou a favor que se compre e se ofereça algo às pessoas de que mais gostamos, só que a iniciativa tem que ser nossa, ninguém tem que nos "apontar uma arma à cabeça", por vezes é mesmo essa a sensação que passa.

      Se eu disser à São que desde o meu ex-marido a alguns namorados que lá se atravessaram no meu caminho de quando em vez, todos, mas todos, são do Sporting. Isto deve ser coisa do destino. O meu destino é todo embalado em tom verde-relva (ahahahah).

      Alugam namorados(as) para o dia dos namorados??? C'um raio!!!

      Acredito que possa condicionar, mas não deve. Não faria sentido algum desmarcar um compromisso só porque é dia dos namorados e, ah e tal as pessoas podem pensar coisas se virem dois homens a jantar ou almoçar juntos, ou duas mulheres, aliás, pensei que essa fase já tivesse sido ultrapassada. Se fosse comigo era para o lado em que dormia melhor, quem não gosta não olhe. Está a andar :)))

      Sim essa parte de as pessoas que não têm namorado com estas coisas todas se sentirem colocadas de parte como se fossem um bicho estranho é coisa sem fundamento algum. Nem sequer devem permitir pressões. Nesses caso é usar o sentido de humor que resulta muito bem.
      ...

      São, fiquei muito contente por si, por ler que está a viver o sonho da sua vida. Isso é muito positivo. Tente conversar com as pessoas em questão só para perceber se existe alguma hipótese de continuar, por vezes a falar é que as pessoas se entendem, o não é garantido, portanto só tem a ganhar se tentar lutar por um sim. É ir em frente de cabeça erguida.

      Um abraço para si também. Boa semana :)


      PS: Eu no Facebook? Nunquinha. Credo :)))

      Eliminar
    2. Maria.... Achei que tinha percebido a ironia (até porque eu comparei à Maria no Facebook)... Agora já não sei se percebeu e entrou nela, ou não, mas como disse que no Facebook nunquinha, acho que não percebeu... Já se deve ter esquecido, mas já aqui tenho dito várias vezes que detesto o ambiente de mercearias de bairro... Já falei de uma da minha infância e adolescência... Não gosto mesmo nada... E então com serviço de tasca também... Enfim.... Mas tem de ser... Já me vou habituando.... Falta menos de um mês :)

      Pode não ser só o facto de serem dois homens ou duas mulheres, até pode ser um homem e uma mulher, mas que não têm relação nenhuma e acabarem num restaurante onde só há pares românticos.... A pessoa em questão até deu o exemplo de ir jantar com uma das sobrinhas e as pessoas pensarem o mesmo... Não é agradável.... Quem soubesse que era sobrinha, tudo bem, mas quem não soubesse ainda pensava "Olha este agora, na meia-idade, com uma miúda nova!" ... Enfim....

      Abraço :)

      Eliminar
    3. (confesso que não percebi, já não me lembrava dessa parte, a parte em que escreveu algures que realmente não gosta de mercearias de bairro, uma pessoa lê muitos comentários que, às tantas, se esquece de algumas coisas, mas olhe que existem mercearias de bairro recuperadas que são muito interessantes)

      São, uma pessoa não pode pensar nisso do que é que os outros vão pensar, se fosse por aí nem sairíamos de casa, não, é como diz um amigo meu: "o que é preciso é ter calma e estupidez natural :))

      Abraço, São.

      Eliminar
    4. O caso é que dizemos sempre que não podemos ligar ao que dizem os outros, mas muitas vezes isso acontece inconscientemente... Aquela de "Ah, pelo sim, pelo não, é melhor não..."

      O pior é que depois, nestas coisas, pode também acontecer a obrigação da "não-obrigação" , a obrigação do contrário... Já há grupos que, neste dia fazem jantar de "Dia dos Encalhados" ou de "Dia de pessoas que não ligam ao dia dos namorados" e depois dá a sensação de que tem que se escolher: ou se faz um jantar romântico ou se entra num desses jantares.... Não sei se é pior a emenda se o soneto :D

      O caso é que eu tenho dito isso centenas de vezes, mais do que as que falo nos meus "amores" :D .... Há a famosa mercearia da Teresa, que marcou a minha adolescência .... Não consigo ver nada de interessante em se ir para a mercearia esmiuçar tudo o que se passa com a vida da Ana do 3º Esq, da Maria do 4º dto e da Isabel do 2º esq.... Dizer o que é e o que não é... Perguntar tudo menos a cor das cuecas que a pessoa traz vestidas , e todas as outras coisas de que me lembrava... Nada mudou! Pensava que, como agora há as redes sociais para isso e as pessoas não passam tanto tempo nas mercearias (já não há tantas donas de casa como antigamente) as coisas estivessem diferentes, mas não mudaram nada! Nada mesmo! É que para as redes sociais só vai quem quer... À mercearia vai quem precisa de um pacote de açúcar ("Olha, de certeza que tem visitas! Será o amante? Ela diz que não usa açúcar!") ou um limpa-vidros ("olha, quer se fazer muito limpinha e tem a casa no maior nojo!") .... Ou a desgraçada que o IEFP mandou para lá de pára-quedas! Eu sinceramente, não vejo o que isso possa ter de interessante! Nada mesmo!

      :)

      Eliminar
    5. Talvez tenha a ver com o local onde se vive, viver numa grande cidade, onde as ruas são largas e mal se tocam, faz com que as pessoas não se metam tanto na vida umas das outras, por um lado existe alguma afastamento entre as pessoas, é um facto, mas por outro existe essa parte boa de ninguém ter tempo para falar do que não deve, ou seja, da vida dos vizinhos. Acredito que este aspecto muda radicalmente em locais mais pequenos onde toda a gente se conhece, onde não se passará grande coisa, onde a rotina mata e, vai daí, falar da vida alheia dá vida a quem não tem vida alguma.

      Eu frequentei durante um tempo uma mercearia de bairro recuperada por um casal que, sendo da província, tinha olho para o negócio, nessa dita mercearia onde eu só comprava legumes e fruta, a qualidade desses produtos ali era muito superior à dos supermercados, costumava estar sempre sentada uma senhora de idade que nos olhava de alto a baixo à procura de conversa, só que a minha atitude era cumprimentar, sorria para a dita senhora, fazia as compras, voltava a cumprimentar e saía. Ou seja, não lhe dava qualquer hipótese de conversa mas também não era antipática :)))

      Eliminar
  5. Não gosto de futebol, mas gosto de ler e ou ouvir as tricas de futebol com alguns comentadores que por vezes não andam à batatada talvez por terem...enfim...deixa p'ra lá!

    Vi o video e achei-o com grande imaginação e tenciono ver o antes-onde-levam-os-adeptos-numa-caixa-andante-falante-e-comandada-por-policiais-que-tanta-falta-fazem-noutros-locais-do-país! Já que tiveram esta ideia também poderiam fazer alguma coisa antes do jogo para animar os adeptos, acompanhados ou não.

    Foi preciso vir aqui para saber que afinal amanhã é dia dos namorados.

    Pois é Maria amanhã fará um ano que a minha mãe saiu de casa dela e nunca mais voltou. Hoje andei a pensar nisso numa ginástica mental...vais vê-la ao lar mas ai de ti Fatyly que chores, o que nunca o fiz ao pé dela. A ambulância saiu à meia-noite e vinte do dia 14 de Fevereiro de 2016.

    Oxalá que os benfiquistas ganhem para animar o pessoal, de resto, passa-me ao lado.

    Depois no dia 15...óóóó...há uma senhora menina que nasceu a quem agradeço tanta energia positiva, abanões, safanões, opiniões que dão corda aos meus neurónios. Tenciono ir ao seu blogue e agora vou-me deitar que amanhã é dia de muito trabalhinho:))))

    Tiiiiiiiixauuuuuuuuuu como diz a minha neta mais pequenota

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahahah... Ó meu Deus, li tudo, Fatyly, juro, só que de repente fundiu-se a luz do computador mesmo mesmo no final do comentário :)))
      ...

      Agora num registo mais sério, se a sua mãe está bem no sitio onde está, se não mostra estar triste, é esquecer um bocadinho o tal passado. Penso eu, mas que sei eu...
      ...

      Tenha uma boa noite, Fatyly, obrigada eu pela energia em modo XXL que deixa sempre por aqui :)

      Eliminar