sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Ó p'ra mim a explicar coisas devagarinho aos homens

Queridos homens no âmbito de todos,

Eu sei que existem coisas que são difíceis de entender, sabendo eu disso, e sabendo muito bem, resolvi escrever este texto em modo slow motion para que seja de fácil entendimento aos meus queridos que são todos os homens. Bom, uns são mais queridos do que outros mas isso para o caso não interessará grande coisa. Maria avisa que é necessário ter o botão da ironia activado, não tendo, este texto pode provocar estragos na zona de egos gigantes, assim, como sequóias.

1. Sentido de humor é diferente de provocações constantes. Sentido de humor revela inteligência e provoca bem-estar. Provocações constantes revela homem incómodo, desgastante, chato, e provoca mal-estar. Ter um homem com sentido de humor ao lado, rejuvenesce até aquilo que não precisa de ser rejuvenescido. Ter um homem provocador até à exaustão ao lado, envelhece até aquilo que foi  recentemente rejuvenescido.

2. Quando uma mulher diz não, é realmente não, deixem-se lá dessas coisas a cheirar a mofo que foram construídas com alicerces num antigamente que já não existe, de que uma mulher quando diz não, o que quer dizer é sim. Um dia destes vou testar um homem assim na parte que dói mais, ali na carteira e vou dizer: não quero, já disse que não quero e volto a dizer devagarinho para que entendas à primeira... não quero que deposites na minha conta um milhão de euros. A ver se funciona.

3. As mulheres de agora, aquelas que sabem o que querem e não tomam aspirinas para fugir a coisas, dizem directamente na cara do homem que não estão para aí viradas. Aos homens que são homens resta aguentar e cara alegre. Isso do se-não-me-dás-o-que-eu-quero-vou-procurar-na-rua, é só a coisa-chantagem mais estúpida que existe ao cimo da terra, sendo uma mulher inteligente até lhe abre a porta da rua e pede a chave de casa só para que ele não a aborreça mais, que vá e não volte que uma mulher também precisa de usar o sofá naquela de acabar de ler o livro que vai a meio.

4. Uma mulher não precisa que o homem a ajude em casa. Uma mulher precisa de um homem e precisar de um homem significa que não existe isso de eu ajudo-te a fazer a cama, não é ajudar como se o acto de fazer a cama só pertencesse única e exclusivamente àquilo de ser mulher, não, se o homem também dorme na mesma cama, não ajuda, faz.

5. As mulheres estão um bocadinho mais espertas e já não caem naquela cantiga do bandido: gosto muito de te ver ao natural... sendo que ao natural significa ter um ar de quem acabou de sair da cama em mau e ninguém a convidará certamente para participar no concurso miss universo. Os homens que dizem esse género de coisas como se quisessem dizer amo-te tal como és, são sempre os primeiros a olhar para a vizinha do primeiro andar que usa uma tonelada de maquilhagem, unhas que tocam o hemisfério norte pintadas de encarnado-fácil, saias curtas em modo cinto, ainda por cima com fivela grande e doirada, saltos de quem sabe muito bem esticar-se e tocar o céu masculino no sitio onde o céu é azulão-Belenenses.

6. Mulheres um niquinho, só mesmo um niquinho, nem precisará de mais, sofisticadas, o que quer que sofisticado queira dizer, não gostam de homens na onda do básico. Agora vou tentar não ser básica e pouco elegante como alguns homens o são e esperam que uma mulher se ria muito com algumas situações, se a mulher não ri muito quando fazem determinadas coisas acham esses homens que a mulher não tem sentido de humor, quando o que eles não têm é aquilo de noção. A ver se brinco um bocadinho com as palavras e consigo dar-lhes um significado como se aquilo fosse um verdadeiro concerto de Verdi, que obrigue homens sem noção a consultar o dicionário: eructação; flatulência; bromodosis; halitose e outras coisas que tais, não induzem uma mulher a sentir-se amada, a querer estrafegar em bom, beijar o homem como se não houvesse amanhã. não, antes pelo contrário, o que uma mulher vai querer é que o amanhã chegue para pedir rapidamente aquilo do divórcio. Não há amor que resista a um homem que não se dá ao trabalho de perceber com que tipo de mulher casou. 

7. Antes de casar estudar e estudar muito, principalmente matéria cientificamente provada e comprovada ali em volta da TPM. Por incrível que pareça existem homens daqueles muito crescidos, ali para cima de uns trinta a acabar nuns noventa anos, que não sabem o que é isso da TPM. O desfecho de alguns casamentos deve-se ao facto de termos demasiados homens sem aquilo das licenciaturas, acham eles que conhecer uma mulher é saber se as saliências à frente e as saliências atrás são alguma coisa de jeito ou nem por isso. 

(ó p'ra mim agora a sair de fininho...)


Previsível isto do shhhhhhh, não tendo argumentos atiram sempre com um shhhhhhh.
Eu atiro com um pffffffff. 
Está feito!

10 comentários :

  1. "Eu sei que existem coisas que são difíceis de entender, sabendo eu disso, e sabendo muito bem, resolvi escrever este texto em modo slow motion para que seja de fácil entendimento aos meus queridos que são todos os homens".

    Maria, por favor, terá que me explicar ainda mais devagarinho. É muita informação aqui para o rapaz :)))

    Boa sexta feira!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sabia. Eu sabia, só leu mesmo as primeiras duas linhas, não é? Pois. Nem em modo slow motion a coisa lá vai, para a próxima junto croqui a ver se ajuda (ahahahahahah).

      Bom fim-de-semana, caro Observador :)

      Eliminar
  2. Mas que bela maneira de explicar as coisas, bem explicadinhas. Gostei!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olivia, as mulheres deveriam juntar-se todas, cada qual contribuía com a sua alínea, de modo a que desse origem a um calhamaço que seria oferecido a todos os homens só naquela de perceberem umas coisas :))))

      Eliminar
  3. Uau, Maria, aqui está um homem que adorou ler tudo, do início ao fim. Posso assinar por baixo?
    Bom fim de semana!

    PS. É bom não generalizar também. Há quem não seja assim :) Existem homens modernos também :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que existem, Carpe, existem homens modernos, eu já casei com um, cada um fazia as coisas em casa sem que fosse necessário isso do "dás-me uma ajudinha?", nesse aspecto funcionou lindamente. Aliás, ele cozinhava muito mais do que eu...

      Este foi um texto para descontrair, ainda que eu ache que alguns homens sem aquilo do sentido do humor possam não gostar. Ora, é comprar, comprar sentido de humor, vende-se em qualquer farmácia :))

      Bom fim-de-semana para esse lado também, Carpe.

      Eliminar
  4. Gostei de ler. Mas vou confessar-lhe um segredo, aqui para nós que ninguém nos ouve. Se eu pudesse mudar alguma coisa no mais que tudo cá do burgo, a unica coisa que eu lhe injetava era o gosto pela literatura.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se preocupe, Elvira, um dia destes também vão existir injecções várias, nomeadamente a do gosto pela literatura, à venda em farmácias :))

      Um abraço para si também. Bom fim-de-semana.

      Eliminar
  5. Claro que há homens e homens...mas aqui que ninguém nos ouve...há resmas deles que se enquadram nas tuas sete setas verdadeiras e muito bem explicadinhas, mas eles dirão que não e nãooooooo eu não sou assim. Pois, pois mas tentar que evoluam um bocadinho é como chorar sobre leite derramado:)))

    Só faltou o

    8- não sabem nada ou quase nada sobre a TPM e a MENOPAUSA (ambas por vezes bem exagerada por muitas mulheres que não sabem igualmente que é uma coisa natural da vida e dominarem ou darem a volta também seria bom para elas). Pior do que isto é desconhecerem a ANDROPAUSA...e aqui faço e digo o mesmo do cavalheiro do video shhhhhhhhhhhhhh onde te meteste Fatyly ao que respondo plOOOOOOOfffffffffffffffff:))))


    Adorei e fartei-me de rir e digo-te que um dia ainda encontrarei um-homem-beste-seller-em-conhecimentos-desses e ajunto-me mas ele-na-casa-dele-e-eu-na-minha-porque-burro-velho-não-aprende- linguas:)))

    Fuiiiiiiiii

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fatyly, os homens estão a mudar para melhor, acho que tudo terá a ver com as mães, ou seja, se as mães educarem os filhos da mesma forma como educam as filhas, quando estes casarem pelo menos algumas coisas deixarão de ser um campo de batalha.

      TPM é um assunto que tende a ser desvalorizado, eu creio que é um assunto muito sério. As mudanças súbitas, drásticas, por vezes violentas, de humor, não acontecem só porque as mulheres são caprichosas ou devido a um terrível mau feitio, a coisa é bem mais lá no fundo. Daí eu ter dito que é mau sinal que um homem não saiba como funcionam as mulheres realmente, ficam-se só pelo lado superficial, o exterior, portanto. É uma vergonha que estejamos em plena era digital e muitos homens saibam tanto sobre aparelhos digitais e tão pouco sobre mulheres...

      (bom, a menopausa, eu diria que se muitos não sabem o que é a TPM, muito menos saberão o que é a menopausa, aliás, a menopausa é associada a velhice, erradamente, muito ainda existe para fazer e não se faz)
      ...

      Ora ainda bem que se divertiu, gosto de saber disso :)

      Eliminar