segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

(Maria também fala da Padaria que calha em ser Portuguesa)

Tenho lido e tenho ouvido tanta coisa, de tanta gente, sobre a Padaria Portuguesa, que, neste momento, só me apetece fechar os olhos e os ouvidos para obras. 

(eu cá costumo de quando em vez ir ali à Padaria Portuguesa nos Restauradores, e vai que quem lá trabalha é uma simpatia, sendo muitos os que estão por detrás do balcão, arriscaria dizer que são muitas simpatias juntas, e tratam-me sempre muito bem, acho até, na loucura, que tratam bem toda a gente, e não pretendo deixar de lá ir, e acho que todos os que ali trabalham agradecem, quer-me cá parecer que isso dos boicotes se fosse avante poderia atirar toda aquela malta muito nova para o desemprego, coisa que não quero a pesar-me na consciência e agora é isto e agora vou-me embora)

Maria avisa que este post não tem o alto patrocínio de coisa alguma, só meu, que tem mais ou menos 1,66m.

9 comentários :

  1. Passei por aqui numa correria - sim, por vezes acontece! - e, vai senão quando, me deparo com um possível boicote à minha padaria, aquela em que sou tão feliz?
    Abaixo o boicote. Vivam todas as "padarias" cujos empregados sabem sorrir, ser amáveis e simpáticos.
    Saio, como entrei, numa correria.

    Tenha uma boa tarde, Maria.:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. GL, eu descobri a Padaria Portuguesa por acaso, costumo comprar algumas coisas para a casa na Loja Viva, loja essa quase ao lado da PP nos Restauradores, um dia ao sair da Loja Viva faltaram-me as forças, precisava de comer qualquer coisa rapidamente, entrei na Padaria Portuguesa que estava logo ali ao lado, nem me apercebi que era a PP. Gostei, e ó se até sou exigente com aquilo que como, não percebo a celeuma toda à volta do que por lá se vende.

      A malta da Padaria Portuguesa dos Restauradores é toda ela muito simpática. Não faço ideia se entretanto vão mudando de equipa, o que sei é que não tenho razões de queixa.

      O que vale é que isso que li por aí, isso do boicote, entra directamente para o arquivo das coisas tolas.

      Tenha também uma boa tarde, GL :)

      Eliminar
  2. As lojas da 'Padaria Portuguesa', apesar de já terem funcionado melhor, ainda se aconselham.
    Há, regra geral, simpatia por parte dos colaboradores e alguma qualidade nos produtos que vendem.
    E o que é que levou, ultimamente, a malta a insurgir-se? Tcharan!!! A besta do responsável geral pela firma que disse coisas que não devia ter dito.
    Seguindo o link, Maria vai saber tudo. Se é que já não sabe.
    http://www.sabado.pt/dinheiro/detalhe/opiniao_de_dono_da_padaria_portuguesa_sobre_leis_laborais_despoleta_polemica.html

    Beijinho, caríssima senhora.

    PS: porque fechou os comentários no post antecedente? :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Observador, admito que não tenho razões de queixa em relação à loja, pelo menos em relação àquela onde costumo ir, à dos Restauradores. São muito simpáticos, o ambiente é tranquilo, ainda não morri envenenada, misturam-se estrangeiros com portugueses, tudo civilizado, nas suas mesas, sem gritos, sem confusões. Gosto.

      Pois aí é que está, as pessoas que até parece que se encontram naquele estado que dizem ser de adultos, continuam a não saber separar águas, uma coisa foi o que disse o Director, CEO, responsável das lojas... se querem "atacá-lo", façam-no, façam-no argumentando de forma inteligente... Outra bem diferente é dizer-se disparates como aquilo de boicotar, deitar abaixo tudo o que por lá se vende, dizer só porque sim que o entendimento é péssimo... isto depois é género bola de neve... li, inclusive, pessoas que diziam coisas tão inteligentes como: não conheço a PP mas depois de ter lido isto que escreveram não quero entrar em nenhuma... Caramba, por vezes dou comigo a pensar que isto da carneirada é coisinha muito triste. Então e toda a malta nova que trabalha em tudo quanto é Padaria Portuguesa? Ninguém pensa que se a coisa desse para o torto ficavam todos sem trabalho? Raios, que estas coisas irritam-me!

      Beijinho para si também, Caro Observador.

      PS: Já sabe que eu, num ou outro post, fecho a caixa de comentários, ali mais em baixo encontra também um de música no mesmo estado.

      Eliminar
    2. Errata: onde se lê "entendimento", deve ler-se atendimento.

      Eliminar
  3. Maria, completamente a leste deste assunto, deixo um abraço e recolho-me com a minha ignorância
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elvira, se quiser perceber a polémica é seguir o link do comentário do (caro) Observador.

      Tenha também uma boa semana. Abraço.

      Eliminar
  4. Uma polémica sem qualquer sentido porque os tais CEO entendem fazer generalizando tudo e todos com fins que por vezes leva-me por outros caminhos que não me apetece referir como lucros com o fecho!

    As Padarias Portuguesas e conheço bem a dos Restauradores são de facto boas. Temos por aqui algumas e o atendimento é do melhor.

    Gosto e aprecio o atendimento porque uma saudação, sorriso, simpatia e sobretudo limpeza/higiene é e será sempre muito mais apelativo do que "os finess" onde atendem melhor os turistas do que os residentes.

    E com esta vou dar a volta a pé para uma boa digestão e oxalá não volte a constipação:)))

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fatyly, a polémica até fará sentido, aliás, faz mesmo sentido, o grande problema de muita gente é o não saber separar águas. Quando as pessoas não separam águas, às tantas já não se sabe bem o que é que está a ser discutido, o assunto acaba por perder força na parte que, essa sim, merece ser discutida a sério e por gente séria, imparcial, que embora não gostando do que por lá se vende - não gostando porque realmente já experimentou e não porque ouviu terceiros dizer mal, isso é demasiado tolo - sabe, dizia eu, que a concorrência é necessária. Que a PP criou efectivamente muitos postos de trabalho, agora, as condições de trabalho que eles "oferecem" aos seus trabalhadores, essa é a parte que deve ser discutida de forma adulta. Não é chamando nomes ao tal responsável, não é boicotar... não é.

      (estou em crer que muitos que dizem não gostar da PP por causa da comida, serão os primeiros a usar e abusar de fast-food, é só um palpite...)

      Acredito que possa existir mau atendimento noutra PP qualquer, mas isso é como em tudo na vida, em todas as profissões, depende das pessoas que são contratadas, existem os bons profissionais e existem os maus profissionais. Cabe a cada um tirar daqui as ilações que bem entender.

      Ora, a Fatyly tocou num ponto que para mim também é essencial, a higiene/limpeza. Vou contar-lhe algo aqui para nós que ninguém nos ouve, sempre que entro pela primeira vez num local onde se serve comida, entro e vou à casa-de-banho. E qual é a razão? É porque se a casa-de-banho não estiver limpa, é sinal que a cozinha é bem capaz de andar pelo mesmo caminho e vai daí saio da mesma forma como entrei. Rapidamente. Vou à procura de outro local para comer.

      Um abraço para si também :)

      Eliminar