terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Filosofia à la Maria

O problema de algumas pessoas é tentar deitar abaixo quem acham que vale pouco, 
quando deveriam despender energias a tentar mostrar que valem mais.

(maria madeira, filósofa credenciada desde mil novecentos e troca o passo)

Aceitam-se mais filosofias. Em formato original.

11 comentários :

  1. Não tenho jeito nenhum para filosofar. E não me esforço pois acho que a filosofia é para quem gosta apenas de teorias.

    Mil novecentos e troca o passo? Txiiiiiii, isso é 'bué da tempo' :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai é para quem gosta apenas de teorias? Então leia lá isto senhor caro-doutor-excelentíssimo-Observador:

      "(...) A filosofia, pois, segundo Aristóteles, dividir-se-ia em teorética, prática e poética, abrangendo, destarte, todo o saber humano, racional. A teorética, por sua vez, divide-se em física, matemática e filosofia primeira (metafísica e teologia); a filosofia prática divide-se em ética e política; a poética em estética e técnica. Aristóteles é o criador da lógica, como ciência especial (...)".

      Agora estou no ir. Fuiiiiiii :)

      Eliminar
    2. Os filósofos comtemporâneos desviaram-se do essencial.
      Nota de interesses (talvez): o meu irmão é filósofo. É cada discussão que até ferve.

      2017 começa a manifestar-se como um ano formidável: para já, fui promovido a "senhor caro-doutor-excelentíssimo".
      Isto é qualidade de vida!!! :)))

      Eliminar
    3. Mas isso dos filósofos contemporâneos da forma como escreveu é generalizar e generalizar nunca é bom, tendo em conta que teve de obrigatoriamente existir uma evolução no sentido de acompanhar tempos que, também eles, evoluíram. A essência, a base, da filosofia, continua inalterável nalgum sentido. Penso eu.

      As discussões fervilhantes dizem-nos que continuamos vivos, essa parte é saudável :)

      Eliminar
    4. "A essência, a base, da filosofia, continua inalterável nalgum sentido".
      Conclui-se, porém, que essa base tem sido, mais ou menos profundamente alterada.

      Eliminar
    5. Vê como a filosofar dá pano para mangas :)

      Eliminar
  2. Enquanto ajudamos um familiar, um amigo ou até um desconhecido, os nossos problemas são postos um pouco de lado. Depois, verificamos que afinal eram mais leves e menos negros e questionamos-nos como fui capaz de ajudar e onde fui buscar forças se já não as tinha para mim?

    É o meu humilde contributo e agora vou tomar o pequeno almoço e vou lavar a escada do prédio porque os meus vizinhos são pitosgas e gostam de pisar m****:)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fatyly, também existem pessoas - porque conheço algumas num local ali nos arredores de Lisboa - que se dedicam demasiado aos outros e esquecem-se da própria família. Essa é a outra face da moeda de que normalmente não se fala. Algo me diz que se deve cuidar primeiro dos nossos para que possamos estar inteiros para os outros.

      :)

      Eliminar
    2. Claro que sim Maria, acima de tudo e de todos sempre estiveram e estão as minhas filhas, genros, netos e mãe!!!!

      Também conheço muita gente que faz o que dizes e então na Igreja nem te digo, nem te conto!!!

      Eliminar
  3. Olá, Maria :)

    Seguem os exemplos dos partidos políticos e das figuras polícas. Razão pela qual eu , embora tente estar informada, ganhei e cada vez vou tendo mais aversão à política.... Os políticos não enaltecem as qualidades que têm, ou que acham que têm. Fazem tudo por tudo para pôr em evidência os defeitos dos adversários. É impressionante. E depois o cdadão comum tem tendência a seguir o exemplo.
    Isto, grosso modo faz-me lembrar quando dei as diferenças entre propaganda e publicidade... Há muitos, muitos anos atrás... Fixei que a maior de todas as diferenças é que a publicidade podia dizer que um produto era o melhor dentro da sua linha, sem referir nomes dos concorrentes, enquanto que a propaganda se centrava em atacar diretamente os outros, para dizer que era a melhor opção. Ora, a política usa a propaganda.

    Bom fim de semana, abraço :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá São,

      Tudo dito e muito bem dito. Ou tudo muito bem escrito. Não me atrevo a acrescentar mais nada.

      Um abraço para si também :)

      Eliminar