segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Constac-tac-tac-tações

A RTP antes de determinados programas costuma exibir um aviso de forma a não provocar eventuais ataques cardíacos nos mais sensíveis, vai daí que pespega uma informação e, para quem sabe ler, que presumo ser a grande maioria dos que sintonizam a RTP, pode ler-se:


Muito bem. Ali por volta das duas e um quarto da tarde verifica-se que, sim senhores, os espectadores têm sensibilidade e ainda bem, de gente bruta está o mundo cheio. Só que na semana passada resolvi espreitar a box (um grande bem haja à box e às suas amigas) e constac-tac-tac-tei  (que me desculpem os soluços e a aceleração cardíaca) que, em vez de espectadores sensíveis a RTP passou a ter espe(todo um vazio)tadores sensíveis. Senti naquele exacto momento todo um coração a ser trespassado sem dó nem piedade. Sangrei. Chorei. Descabelei. Não tenho culpa, sou uma pessoa extremamente sensível e delicada...

A coisa agora está mais ou menos assim:


(fomos transformados em frangos e não avisaram nem nada, é o que é)

10 comentários :

  1. "(...)constac-tac-tac-tei (...)"
    Eu sei que isto foi escrito em tom rosa (não) choque mas ... posso fazer um reparo que vale o que vale?
    Constatar nunca foi constactar.
    Pronto, já passou :)

    A RTP fez uma coisa dessas? Óóóóóóóó páááááá, lá fiquei eu de boca aberta!
    A RTP anda, a meu ver, a plagiar as outras estações televisivas. Disparate atrás de disparate. Ah mas a RTP é pública e tal. Para esse peditório já dei.

    PS: cuidado com as acelerações cardíacas ;)

    Beijinho, bom início de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahah, e diz o caro Observador que é licenciado em ironia. Então não deu para perceber que o facto de ter escrito constaCtar com um cê lá no meio foi propositado? Foi uma forma de me meter com o cê que foi violentamente surripiado aos espeCtadores. Ou seja, já que tiram a uns, eu também tenho o direito de dar a outros. Tudo eu... tudo eu... :)))))

      Boa semana. Beijinho para si também.

      PS: Logo mais à tarde/noite vou ver/ler a sua nova rubrica lá no Reflexos village.

      Eliminar
  2. https://www.youtube.com/watch?v=MwpMEbgC7DA

    https://www.youtube.com/watch?v=hn3wJ1_1Zsg

    Deixo-lhes estas duas músicas porque nem todos os conteúdos são susceptíveis de ferir sensibilidades mais sensíveis :)
    Que choremos, que sangremos, mas que nunca a dor consuma o amor e luz do nosso coração.


    Um beijinho Maria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Alexandra.

      Um beijinho para si também e tenha um óptimo Natal :)

      Eliminar
  3. A RTP é mesmo o que referes...e como já não sou frango mas sim galinha velha... aqui aplicaria o "cê" numa tremenda asneira para lhes dizer que pago um péssimo serviço público.

    O que me espanta mais é essa coisa das audiências e do gasto energético em Centros de Saúde, clínicas, centros de radiologia etc, etc, com televisões ligadas e a maioria na RTP. Quase que diria que ninguém vê e que queremos é ser despachados mas os reinos têm "Cês" a mais:)))

    Um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fatyly, admito que raramente vejo a RTP, a ver são mais a notícias, um ou outro debate, uma ou outra reportagem, no entanto a RTP2 tem por lá programas bem interessantes. A box (NOS) veio ajudar bastante nisto de fazer a triagem. Pode-se ver um qualquer programa da manhã ou da tarde, à noite, portanto o público pode neste momento também ser outro, penso eu. Pode-se inclusive passar por cima daquilo que não nos interessa...

      Tenha um bom Natal junto dos seus, Fatyly.

      Eliminar
  4. Maria, essa de ir tomar café é que não está certa!:) Como é que lhe deixava os meus votos de Santo Natal, de desejar para si um Novo Ano, mesmo novo, daqueles que marcam a vida para a vida?
    Da espreitadela ao seu espaço, ficou, como sempre, a vontade de ler tudo e tudo.
    Voltarei, ó, ó, se voltarei!:)

    Tenha um Feliz Natal, tudo de bom para si.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gl, o importante era eu deixar os votos de um bom Natal às pessoas que se encontram desse lado e que têm a simpatia de ir passando por aqui. Pessoas de bem, note-se, porque eu não consigo ser tão boazinha assim que consiga desejar bom Natal a todos, existem uns que não merecem, por exemplo, terroristas, pedófilos, gente que maltrata animais, gente que escraviza outra gente, e por aí fora...

      Sendo assim renovo os meus votos, tenha pois um bom Natal e, obrigada :)

      Eliminar
  5. Resumindo o grupinho de criaturas que não merecem os seus votos: gente que de gente nada tem.
    Ui, Maria, o problema é número assustador dos ditos.
    Boa passagem de ano. Faça o favor de se divertir!:)

    ResponderEliminar