terça-feira, 4 de outubro de 2016

Flexibilidade




(1:19 de pura magia)

6 comentários :

  1. Lindíssimo, sem duvida!
    Muito obrigada. Depois do post anterior o antídoto era urgente.:)

    Uma boa noite, Maria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Magnífico. O youtube é uma ferramenta preciosa para quem gosta deste género de coisas. Perco-me por lá. Gosto de ballet, de ópera, solos de saxofone... sei que muita gente não acha piada a ópera, eu gosto muito, não sei é explicar porquê. Sei que me sinto muito bem quando oiço, isso basta-me.

      Uma palavra sábia. Antídoto. É isso mesmo :)

      Boa noite, GL.

      Eliminar
  2. Já conhecia esta pérola porque perco a noção do tempo no youtube ao ver estas e outras "flexibilidades e arte, resmas de arte da dança e não só".

    Depois fico a pensar nas horas de treino para nos darem o "produto final" e enche-me a alma por ver jovens e até não jovens que acreditam que tudo é possível neste mundo tão conturbado.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que este vídeo mostra ginástica rítmica misturada com ballet e com alguma componente teatral. É só observar o vídeo atentamente - vi este vídeo inúmeras vezes - e dá para perceber a mistura. Perfeito. A elegância do final é qualquer coisa de muito bom. Uma bailarina extraordinária, sem dúvida. Pena que não se dê grande valor a este lado da vida. Não deve gerar grandes audiências. Se não dá dinheiro... não interessa. É o mundo que temos, por enquanto, espero que no futuro algo mude.

      Bom feriado, Fatyly :)

      Eliminar
  3. Valha-nos o 'Tubo' para vermos/ouvirmos grandes coisas e em grande.
    Eu que sempre pensei que a ópera era coisa de operários, passei a dar maior atenção. E não me arrependi.
    O ballet é interessante por causa das pontas e dos pas de deux. Admiro quem consegue andar em pontas sem se estatelar no primeiro obstáculo.

    Quanto ao vídeo e apesar de 'falar' em aranhas - coisa horrorosa! - gostei.
    É como Maria diz na resposta à excelentíssima Fatyly: "ginástica rítmica misturada com ballet e com alguma componente teatral".

    Dito isto, saio em pontas para não fazer barulho ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A bailarina russa está a contar uma história através dos gestos que imitam na perfeição os movimentos de uma aranha. É a arte sempre a dar cartas. Existe muito trabalho, muito esforço, muita disciplina, atrás de tudo isto. Eu admiro, e muito, pessoas destas. Não fossem elas e o mundo seria ainda mais dado ao cinzentismo. Coisa que a malta não quer :)

      Eliminar