sábado, 15 de outubro de 2016

Desafio: Um livro e duas linhas que diga o porquê da escolha (e o facto de ainda não ter sido atirado janela fora)

O que gostaria com este desafio, é simples, já que estamos numa de literatura resolvi pegar no tema e pedir às pessoas desse lado (aquelas que realmente queiram participar) a deixar por aqui o nome do livro que mais as marcou ao longo da vida e o porquê de ter deixado alguma marca. 

Não importa que tipo de marca. Existem livros que nos fazem reflectir. Livros que nos deixam tristes, não no sentido negativo da coisa, mas no sentido de que algo foi ao encontro de vidas vividas e em algum ponto semelhantes. Livros que nos fazem sorrir. Outros chegam ao ponto de, nalgumas páginas, nos arrancar uma gargalhada daquelas saudáveis e nada forçadas. Livros que nos apetece nunca ter comprado porque nos incomodaram, no entanto guardamos no ponto mais alto da estante, aquele em que dificilmente conseguimos chegar, quem sabe um dia mudamos de ideias, talvez consigamos lê-lo sem ser em modo incomodativo. Livros que nos apetece atirar contra a parede, a parede é capaz de se ressentir, o livro é capaz de ficar meio amachucado, mas alivia-nos a alma, talvez os livros também sirvam para isso, isso de nos aliviar a alma...
...

A mim cabe-me a parte de procurar a capa do livro pelos caminhos da Internet, publicar a capa com o respectivo link do blog do autor que fez a sugestão e que não teve medo de falar de um livro usando as emoções. Porque tenho para mim que um livro se trata como tratamos os amigos, como se estivéssemos a falar com um amigo. Aos verdadeiros amigos falamos com o coração nas mãos. Bom, por vezes também nos apetece aquilo de os atirar contra uma parede... almofadada. Não o fazemos, queremos amigos inteiros, não amigos despedaçados.

Nota: Publicarei tudo o que existir para ser publicado (seja uma participação, sejam cem participações, ou mesmo... sem participações) o mais breve possível, ou seja, ainda não decidi.

Até agora: 5 participações
(publicarei amanhã/17.Out. todas as participações e dou por encerrado o desafio)

9 comentários :

  1. Um livro para escolher. Duas linhas para justificar. Muita coisa para o final de um sábado cansativo, desgastante.
    Não, não vou fugir ao desafio. Sou lá homem para fugir!

    Então ... tcharan ... o livro chama-se 'Uma Vida'. Uma autobiografia de Carlos Cruz.
    Nos prefácios de Adelino Gomes e Virgílio Castelo bem como no posfácio de Carlos do Carmo, a gente sente.
    A obra, muitíssimo bem escrita, mostra-nos muitas coisas, situações e sentimentos.
    Ao contrário do que provavelmente muita gente esperava, deste livro não consta uma única linha sobre o processo judicial mais mediático. Uma razão mais para eu querer ler a publicação da Editora Albatroz. Li-o, já na segunda edição. Agora ando a relê-lo aos poucos.
    Muitas letras, muitas fotografias e a certeza de ficarmos bem servidos.
    Uma mais valia, para mim, o facto do Carlos me ter enviado o livro com uma dedicatória que diz isto:
    "Para o António Dias com um abraço amigo e grato por querer ler esta vida" (Setembro de 2016).
    Foi bom, soube-me muitíssimo bem. Os amigos não se esquecem. Uma dedicatória escrita com o coração nas mãos e lida da mesma forma.

    E é tudo, Maria.
    Um beijinho e que vivam os desafios!!!



    ResponderEliminar
  2. DESAFIO FEITO E ACEITE:

    Livro: O Meu Pé de Laranja Lima de José Mauro de Vasconcelos que ainda há dias reli.

    Marca deixada: o meu pai deu um pé de "pitangueira" a cada filho. Obrigou-nos a plantar e acuidar dela. Eu falava muito com ela e vezes sem conta chorei muito com a fuça enfiada na folhagem. Com isso as melhores e mais doces pitangas vinham da minha e da do meu falecido irmão João que se baldava e era eu que cuidava dela sem o pai saber:)
    .................
    JÁ FORA DO DESAFIO:
    Deixei outra árvore no Brasil e por cá tenho uma mas que não digo onde se encontra:))))

    Agora chamem-me o que quiserem:)

    Um bom serão

    ResponderEliminar
  3. ola Maria, tudo bem ?
    o libro que mais me marcou foi a montanha magica, de thomas mann.
    o porque, acho porque foi um presente de meu pai.

    baci

    blog de costura

    ResponderEliminar
  4. Este é um desafio bem difícil. Lemos tantos livros ao longo da vida, e tantos nos deixam uma marca. Um dos que mais me marcou, foi o Amor de Perdição. Talvez porque o li quando era ainda uma menina que sonhava com o amor sem ainda saber o que era realmente o amor. Tinha 13 anos quando o li, e aquele amor tão trágico, debulhou - me em lágrimas, e ficou-me gravado para sempre.
    Um abraço e bom Domingo

    ResponderEliminar
  5. Não sou fã deste género de coisas, como a Maria já sabe, mas hoje, obedecendo apenas ao impulso, vou aderir ao desafio, embora com o mínimo de palavras.
    Assim, de repente, o que me vem à memória é a obra "Memórias de Adriano", de Marguerite Yourcenar. E porquê, já que, de uma certa forma, dos livros estou enfastiado? Talvez pela dimensão da obra, pela tentativa, da autora, em perceber gestos, atitudes, apenas inerentes ao mais profundo de nós, ou seja, em tentar elaborar uma pintura em que estejam representadas todas as formas de ver a vida. Condicionada, é certo, mas extremamente bela.
    Se me pedissem para recomendar alguns livros (no fundo, é isto que a Maria pretende) este estaria no lote. Mas não só.

    Um beijinho, Maria :)

    ResponderEliminar
  6. Obrigada ao caro Observador; ao AC, à Fatyly, à Elvira e à Edna, por se disponibilizarem a entrar nisto dos desafios em forma de estantes cheias de livros. Livros, que são desde a minha infância uma das minhas grandes paixões. Tivesse eu uma casa daquelas enormes que nunca mais acaba em espaço e uma só divisão seria transformada em biblioteca. Quem sabe se um dia destes não me sai o euromilhões. Isso é que era :)))

    Beijinhos a quem gostar de beijinhos e abraços a quem gostar de ser abraçado. Boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo indica que sou o único 'caro'.
      Isto é que é subir na vida!

      Eliminar
    2. Isso sou eu a meter-me consigo :)))

      Eliminar