sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Chove. Finalmente! Aleluia. "Deus abençoe a mãe natureza"

(é favor dar um desconto à humidade ali ao minuto 0:26, 
com tanta chuva o "agá" foi levado pela corrente)


(um bom fim-de-semana para a mãe natureza)

10 comentários :

  1. Um bom fim de semana para si e para mim também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O caro Observador é o pai natureza, portanto :))

      (tenho que dividir as visitas dos últimos dias consigo, nestes últimos dias as visitas a este humilde blog, duplicaram, coisa mais estranha... deve ser mais um fenómeno do Entroncamento, ahahahah)

      Eliminar
    2. As visitas duplicaram? Fosse outro o contexto e sugeria-lhe cuidado, não andasse por aqui daquela gente que faz espionagem.

      Pai natureza? Isso conta para o currículo? :)

      Eliminar
    3. Também estou consigo, só pode ser espionagem para depois venderem este blog por uns balúrdios e mais dez cêntimos :)))

      Eliminar
  2. Tal foi a chuva de homens que, imagine-se, a mãe Natureza teve que os seleccionar. E não é que a trampa foi cair, em cheio, no circo das eleições presidenciais dos States? A Deus o que é de Deus, a trampa a quem fomenta a trampa.

    Um excelente guarda-chuva, Maria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AC, só publiquei este vídeo por duas razões:
      1. Porque começou a chover por estes lados no final da tarde. A relva, as árvores e as plantas agradecem.
      2. Porque me faz lembrar uma das melhores fases da minha vida, eu e algumas amigas sempre que ouvíamos esta música, estivéssemos onde estivéssemos, nem que fossa na rua, todas dançávamos a dita com coreografia e tudo. Tempos felizes, aqueles :)

      (O Trump e os states, muito havia a dizer sobre essa mistura explosiva, mas agora não há tempo)

      Sem guarda-chuva, neste caso :)

      Eliminar
    2. Resumindo: um post virado para a cumplicidade feminina. Afinal, bem vista a coisa, para que são necessárias fábricas de guarda-chuvas? :)

      Fique bem, Maria :)

      Eliminar
  3. Bem Maria nem sei por onde começar. Relembrar esta música - obrigado por ser legendada:) - fez-me dançar, pular, rir, voltar ao início por três vezes e como começou a chover...xauuuuuuuuu vou dar uma volta sem chapéu (habito meu) que para além de me saber bem levar com a chuva...a ver se me deparo com algo de jeito, percebes? Gargalhadas:)))

    A-D-O-R-E-I:))) e obrigado

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que percebi a parte de "a ver se me deparo com algo de jeito". Ó se percebi. Sabe que dois dos meus grandes amores aconteceram em meses de frio e chuva. Um conheci numa noite muito fria e seca de Novembro, Novembro quase a cair em Dezembro, tudo começou porque estávamos os dois a olhar para mesma igreja toda ela iluminada para o Natal, as iluminações estavam magníficas e começámos os dois a conversar, assim, tão simples quanto isto... e o outro, anos mais tarde, num dia de muita chuva de Fevereiro. Ah, pois é. Isto do amor que se quer verdadeiro, vai na volta dá-se melhor com tempo frio e chuvoso do que com tempo quente. Embora goste mais do Verão, prefiro o Inverno para tropeçar no tal do amor verdadeiro. Muito mais romântico isso de passear com frio e chuva.

      As legendas por vezes pecam por falta de rigor, como neste vídeo que às tantas está escrito "umidade" em vez de humidade, mas penso que para muitas pessoas é muito melhor legendado. Tento sempre escolher aquela tradução que terá menos erros, o que não é fácil, diga-se de passagem.

      Se adorou já ganhei o dia :)

      Tenha também um bom fim-de-semana, Fatyly.

      Eliminar