quinta-feira, 22 de setembro de 2016

(o único Reality Show que alguém me apanhará a ver)

O "House Rules", um Reality Show Australiano que não tem nada a ver com os que nos entram pela casa adentro em Portugal. Este é saudável e aposta na renovação de casas. Ou seja, as equipas são formadas por casais e a coisa consiste em renovar as casas uns dos outros. O prémio final é o pagamento da hipoteca da casa do casal vencedor. Todos eles têm que se superar em várias áreas, mesmo que pouco percebam de pintura de casas, que nunca tenham sido pedreiros, serralheiros, decoradores de interiores/exteriores, a coisa é trabalhar até cair para o lado na remodelação das casas. E é realmente muito bom de assistir. Ver o antes e o depois de casas que por vezes são uma verdadeira desgraça e, qual Cinderela, são trabalhadas, transformadas, de uma forma absolutamente espantosa. Este sim, é um Reality Show à maneira, sem atropelar ninguém, sem trafulhices, sem insultos, o único objectivo é trabalhar e lutar para ver a sua casa paga. Gosto disso. Muito mesmo.


14 comentários :

  1. O "House Rules" é transmitido em que canal cá na Tugalândia?

    "O prémio final é o pagamento da hipoteca da casa do casal vencedor".
    Ora isto leva a pressupor que só concorrem casais que tenham as suas casas hipotecadas. Verdade? (detail irrelevant)

    Que se obriguem as pessoas a 'dar o litro' parece-me, no contexto, boa ideia. Este facto, obriga os concorrentes a pensar o que, nos tempos que correm, é interessante. A pensar na melhor forma de conseguir ter êxito e somar pontos.

    (Entrada na área da ironia)
    Isto é interessante mas não se compara aos "que nos entram pela casa adentro em Portugal". O que nós vimos é uma coisa parecida com o inscreve-te e se tiveres sorte a malta transforma-te a casota num palácio. Não será exactamente assim mas quase.

    Uma perguntinha mesmo inha: no "House Rules" despejam toneladas de publicidade para australiano ver? Assim dos género dos candeeiros oferecidos pela 'Kangaroo lamps', as loiças pela 'Dishwasher kangaroo' e assim por diante?

    Gostei de saber que no 'país dos cangurus' se fazem programas televisivos com interesse.
    A partir de agora e logo que saiba em que canal a coisa pode ser observada, deixo de ver o 'Secret Story versão 12ª'.

    Um beijinho, Maria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixe-me cá organizar as ideias porque fez muita pergunta:

      1. É transmitido na Sic mulher lá pela noitinha. Só sintonizo a Sic mulher para ver a Ellen DeGeneres e o House Rules.
      2. Quer-me cá parecer que uma grande maioria dos casais não conseguirá pagar uma casa em modo pronto pagamento, vai daí tem que pedir um empréstimo ao banco, logo, é um excelente prémio.
      3. Ali, o verbo que está em cima da mesa, é o verbo trabalhar. Sem trabalho árduo, nada feito. E ó se trabalham.
      4. Esta parte que escreveu não corresponde à verdade: "inscreve-te e se tiveres sorte a malta transforma-te a casota num palácio". São os próprios que se inscrevem que têm que trabalhar, transformar, renovar, decorar, as casas dos outros concorrentes. Aquilo tem regras muito específicas, tempo que tem que ser cumprido de forma rigorosa. Gente que não seja organizada, trabalhadora, dificilmente sobrevive ali. Ah, em cada semana o casal que fica em último lugar não tem direito a ficar num hotel, tem que acampar ao lado da obra, faça sol ou chuva. Coitados.
      5. Não vejo por lá publicidade... bom, são também os próprios que têm que comprar todo o material para decorar a casa, mas não despejam publicidade para cima de quem assiste ao programa.
      6. Para mim tem interesse porque sou muito voltada para o lado das casas e da renovação de casas. Gosto de arquitectura. Gosto de design de interiores/exteriores. A casa é o nosso mundo mais privado, restrito, logo, fascina-me.

      Beijinho para si também :)

      Eliminar
    2. Ponto 4: o que eu disse mantenho, não me referi ao "House Rules".

      P.S. Ai que a gente zanga-se!!! :)))

      Eliminar
    3. Ah bom, se não se referiu ao "House Rules", aí a história é outra. É que existe uma diferença enorme entre ser pessoal do próprio programa a transformar as casas e, serem os próprios concorrentes a suar em bica para o fazer. Ou seja, ficam com uma casa nova, mas têm que trabalhar para isso. É aquela história do "there is no such thing as a free lunch"-

      Este foi um post voltado para aquela parte da vida que também é muito importante para o nosso equilibrio, o lado do lazer :)

      Eliminar
    4. Proporei à direcção da SIC Mulher que crie um programa onde se explique às telespectadoras - os telespectadores não precisam - como interpretar comentários :))))))))))

      Eliminar
    5. Eu cá acho que interpretei bem o seu comentário, acho que não gostou nadica deste post (ahahahahahah).

      Fuiiiiiiiiiiiiii...

      Eliminar
  2. Sempre que posso vejo e é realmente um Reality Show digno de ser visto onde o empenho, trabalho com suor em bica e sobretudo o ser-se organizado marcam a diferença. Ao invés dos feitos cá onde pimpões e pimponas são pagas para as mais diversas "porcarias abrilhantadas por manos, por asneiras e mentiras" e sem fazerem a ponta de um corno. Vi parte de um e nunca mais vi nenhum.

    Senhor Observador

    Se quiser veja hoje às 21,36h na SIC Mulher, não sei se no seu "pacote" é igual ao meu - canal 6.

    Tenciono ver o de hoje a ver a tarefa a ser cumprida.

    Um bom serão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Senhora 'Tir'.
      O meu pacote remete a SIC Mulher para outra posição na grelha de programas. Logo, o meu pacote não é igual ao seu (thank's God!)


      Eliminar
    2. Fatyly, descobri este programa, sem querer, um dia lá mais à noitinha. Estava a preparar alguma coisa para comer na cozinha, por volta das 21h30/22h00 e deparo-me com aquele formato, nem sequer sabia que era um Reality Show. Fiquei fã. Se não vejo em tempo real, vou à box buscá-lo no fim-de-semana. Agrada-me bastante. Tem a ver com casas e eu, admito, sou apaixonada por casas.

      Ora ainda bem que alguém desse lado também gosta :)

      Eliminar
  3. Bom, como quase não vejo TV, desconhecia o programa. Também não prometo ver, pois não sei se cumpriria.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A final foi hoje, Elvira. Não faço ideia se existe continuação...

      Abraço para si também.

      Eliminar
  4. Ai, ai, Maria! Sabe a que distância estamos da Austrália?
    Em quilómetros? Sim, e não só! Já pensou num programa aqui nesse formato? Então e o "saborzinho bom" da idiotice, do obsceno, do "quanto pior melhor"? Maria, as cabecinhas são outras, os olhinhos que olham a casa do vizinho são outros, e os bracinhos, ai os bracinhos também são outros. É que aquilo cansa, e aqui os/as meninos/as que concorrem são fraquitos, muito fraquitos!
    Espreitei, logo no início, aquela coisa e fiquei esclarecida/estarrecida. É que aquilo é MESMO mau, é muito mau.

    Vou espreitar esse, e talvez, lá está, o lado amargo da minha bílis adoce.

    Tenha uma boa noite, Maria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. GL, o que tentei passar com este post é que prefiro programas que passem a mensagem de que só com trabalho é que alcançamos o que queremos na vida (este exemplo que trouxe neste meu post) a programas deste formato, Reality Shows, portanto, que apostam em incentivar malta mais nova de que não precisam de trabalhar para ganhar dinheiro, basta expor-se ao ridículo, ser de baixo nível, insultar-se, atropelar-se e por aí adiante... Ah, e fazer aquilo das presenças (coisinha que nunca vou entender é isto de pagar "presenças"). Entretanto admiram-se que alguma juventude acabe nas ruas da amargura, pois se são os próprios adultos a incentivá-los...

      Bom sábado, GL.

      Eliminar