sexta-feira, 23 de setembro de 2016

(o sol quando nasce é para todos e, imagine-se, até dizem que é grátis)

A ver se o tal do homem não resolve trocar as voltas à natureza...



18 comentários :

  1. A quem se refere Maria?
    Procurei algo que me levasse ao homem mas ... nadica de nada.
    Terei apanhado sol em excesso?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Refiro-me a esta coisa de viver e ao facto da mão do homem - com letra minúscula - não ter mais nada que fazer a não ser ter reuniões com o propósito de nos aborrecer só mais um bocadinho.

      Eliminar
    2. Ah, o homem esse! É uma raça estranha. Em certas - a maioria - reuniões já não acredito. Nessas então ...

      P.S. - Convém explicar melhor para a malta não andar aqui a bater com a cabeça no blogue. Não se deve explicar um post? Ora ora, eu tenho mais de 90 anos e nunca ouvi dizer semelhante ... isso :)

      Eliminar
    3. (pois, não frequenta blogs de quem anda nisto há "bués" e dá nessa desinformação toda :)))))

      Eliminar
  2. Gostava de perceber o post...
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elvira, existe uma regra qualquer na blogosfera que diz que nunca se deve explicar um post. São pessoas que andam nisto para lá de setenta anos, quem sou eu para contrariar essa regra :)

      Tenha também um bom fim-de-semana. Abraço.

      Eliminar
    2. Não pedi explicação amiga Maria. Disse que gostava de perceber para que soubesse porque não o comentava. Nada mais.
      Abraço

      Eliminar
    3. (isto do "nunca se deve explicar um post" é uma piada de um blogger que gosto de ler, Elvira :)

      Eliminar
  3. Maria, isso é batota! Á velocidade a que funciona o relógio de sol, porque o dito anda que é um disparate, daqui a pouco o mundo fina-se. Queira ter a gentileza de abrandar esse movimento, sim?!:)

    A Humanidade agradece, ó se agradece!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. GL, é preferível que, mesmo a correr o sol passe pela nossa vida, do que não passe de todo. Eu cá tenho uma enorme simpatia pelo sol e não gosto nada que me fechem as janelas. Preciso da luz do sol para me sentir minimamente feliz. Daí preferir estações com mais sol, às estações onde o tempo sombrio me deixa assim para o triste :)

      Eliminar
    2. Vida sem sol? Mas isso era a morte em vida, Maria!
      Tenho dito várias vezes, e mantenho: dificilmente me habituaria a viver num país sem sol, onde o que prevalece é o cinzento.:(

      Só uma questão de ignorante assumida nesta matéria: como é que o desenho tem movimento?
      Se não tenho vergonha de colocar esta questão? O que é que lhe parece, Maria?:)

      Continuação de uma boa noite.

      Eliminar
    3. GL, há quem consiga viver uma vida inteira sem sol, quem goste do tal lado sombrio, eu encolho-me quando me cruzo com alguém assim. Cruzes credo :))

      Isso do desenho em movimento, chamam-se gifs, servem, neste caso do texto, para produzir imagens em movimento.

      Eu cá acho que não se deve ter vergonha de perguntar o que quer que seja, é que ao fazê-lo damos um passo em frente, enquanto que se não o fizermos ficamos ali toda a vida sem sair do mesmo sitio. Penso eu...

      Bom domingo, GL.

      Eliminar
    4. E pensa muito bem, ora essa! Vergonha de perguntar? Isso não é coisa de gente pequenina? Pergunto e perguntarei sempre que não saiba seja o que for. O auto convencimento é uma coisa muito tristinha.

      É de fugir de dois tipos de alminhas: as que não se importam de viver na penumbra e as que não sabem sorrir. Perigosas, umas e outras, não duvide.

      E pronto! Graças à sua gentileza lá vou em busca de um gifs.:)

      Tenha uma boa noite, Maria.

      Eliminar
    5. GL, acho que vivemos num mundo em que confessar que não se sabe algo, é sinal de fraqueza, vai daí que as pessoas tenham essa vergonha. Não sei se será "coisa de gente pequenina", talvez não seja por aí, mas que sei eu... Por mim, pergunto, é-me completamente indiferente o que pensam de mim, aliás, rectifico, são muito poucas as pessoas a quem dou esse poder.

      Boa noite para si também.

      Eliminar
  4. Ironia, à luz do sol, tem outra clareza. Afastemos para lá as trevas, por mais que alguns as desejem. Tudo em nome da sustentabilidade, é claro. :

    Um bom sábado para si, Maria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com certeza, AC, tudo em nome da sustentabilidade. Nem sequer me passou outra coisa pela cabeça (eheheh).

      Tenha também um óptimo sábado :)

      Eliminar
  5. Apesar dos homens não quererem e nem fazerem nada para que assim seja, usando guerras e palavras armadilhadas, a natureza é quem manda e nunca se deixou enganar.

    Toldados por mil e uma coisas desgastantes não se dá valor ao sol e como em tudo na vida...ele passa rápido e quando nos apercebemos...já era!

    Bom domingo e vou agora apanhar sol e vento nas trombas que faz tão bem a tudo:)))

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por vezes as palavras armadilhadas usadas lá pelos senhores da cadeira do poder, fazem verdadeiros estragos na vida de todos nós, se a malta não está atenta cai que nem patinho. Ou patinha.

      Eu cá acho que a natureza também começa a ser enganada a torto e a direito. Não tarda aborrece-se e vai ser bonito de se ver (ou não).

      "e vento nas trombas" (ahahahahahahah). A Fatyly tem com cada expressão mais engraçada :)))

      Abraço para si também.

      Eliminar