quarta-feira, 13 de abril de 2016

Ser mulher é espectacular (desde que não me obriguem a usar vestidos colantes)

Um dia destes, no final da noite, ali por volta da hora em que os relógios já não tocam as doze badaladas, dei comigo a aceder a um determinado canal de tv, para o caso nem importa qual, no tal canal existiam raparigas na idade dos vinte, vinte e pouco, vinte e muito. Vinte. Deu-me para observar atentamente comportamentos, linguagem, formas de estar, vestidos colantes que apenas existem para deixar bem visível a zona do rabo e do peito, como se uma mulher se resumisse apenas a duas partes do corpo e, dei comigo a pensar que isto de já não ter vinte é muito bom. Embora aos vinte nunca me tivesse dado para usar vestidos colantes, sapatorras com saltos de 14cm que não deixam ninguém elegante, maquilhagem que mais parece que trabalhamos no circo e desempenhamos muito bem o papel de palhaço. 

Sei, não deveria ter escrito esta última parte do circo e dos palhaços, não se deve opinar, criticar ninguém, fazer juízos de valor e tal, temos que ser todos perfeitos, bem comportados, acenar a cabeça e dizer a tudo que sim, sei disso muito bem, só que os dedos deslizam nas teclas, têm vida própria e, vai daí, quando não era para dizer, já disse.

Caindo no erro de me repetir e assinalando que este gesto não é um sinal de senilidade, penso que ainda estou muito longe da idade que dizem ser a terceira, isto de já não ter vinte é realmente muito bom, isso e poder escolher à vontade um homem interessante. Aos vinte nem sequer me interessavam os rapazes de vinte. Resumindo, ser mulher adulta é qualquer coisa de espectacular. Nem sequer consigo perceber as paranóias de muitas mulheres nisto de se ir somando aos poucos e poucos mais um ano. E ai que vou ter rugas! E ai que vou engordar! E ai que os homens já não vão olhar para mim porque já não tenho vinte! Olhem que não... olhem que não...

12 comentários :

  1. Já estou nos 40 e não os trocava pelos 20! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto muito de ouvir isso. Também temos que ter em conta que as mulheres de 40 de hoje em dia, nada têm a ver com as mulheres de 40 do tempo das nossas avós. Muitas, para além de giras que se fartam, acumulam tudo isso com o facto de já terem alguma experiência de vida. Diria que são só vantagens :)

      Eliminar
  2. Julgo que também estive a apreciar esse mesmo canal e para além de tudo o que dizes lamento que a maioria delas só têm na cabeça "tiquinha de galinha", mas felizmente que existem outras foram de holofotes e câmaras que sabem aproveitar os seus 20 anos com estilo e os pés bem assentes na terra.

    Já estou nos 65 e digo-te sinceramente que não os trocaria pelos 20 e muito menos pelos 40. Gosto das minhas rugas ao que eu chamo a maquilhagem natural da vida e há coisa melhor? O engordar, o despencar de...ploffffff tem algum mal? Ora, ora o que mais me interessa é andar arranjada, confortável e sobretudo limpinha. Só me chateia é que o meu peso está sempre na mesma e o raio da roupa dura que se farta e como tal não compro:)

    Mas desde o dia 14 de Fevereiro até hoje e pelo sucedido já emagreci quatro quilos e meio. Hoje tive que comprar dois pares de calças e porque não uso cintos...ainda me caiam na rua e daria um belo espectáculo.

    Os homens e mulheres olham para mim como eu olho para eles e elas:)) e Maria muito baixinho digo-te que há homens que nos "tiram do sério", nada de putos (já chegam os netos) mas homens do meu patamar ou dois acima:))))

    E ser mulher é uma tremenda "odisseia na terra" e felizes daquelas que o sabem ser e não apenas "parecer", em todas as idades!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fatyly, moralismos à parte, se estamos a falar do mesmo canal e do mesmo programa, aquilo faz-me muita confusão. Talvez fale assim porque tive uma mãe que nunca me deixou ir às compras sozinha quando adolescente, as amigas tinham a sua mesada e compravam a roupa que queriam, eu, por outro lado, não tinha autorização para comprar roupa sem ser na presença da minha mãe, vai daí, vestidos colantes, sapatos de salto alto, maquilhagem exagerada, não havia nada para ninguém, se calhar foi bom, vivi tudo na idade certa, aos vinte anos parecia ter quinze, coisa que mudou muito, algumas miúdas de vinte, parecem ter trinta pelo exagero das roupas e da maquilhagem. Até miúdas menores de idade... admito que por vezes tenho alguma dificuldade em perceber se são maiores ou menores de idade... Acho que, apesar de tudo, o apesar de tudo tem a ver com algumas "guerras" com a minha mãe nessa idade, tive muita sorte com a mãe que me calhou na rifa, soube manter-me ali com rédea curta :))))

      Eu cá acho que isto de ser mulher, se se conseguir não entrar em paranóias, obsessões pelo corpo, pela beleza, ou seja, ter cuidados básicos e viver a vida de cabeça erguida, é uma experiência única. E, já agora, não deixar que alguns homens, imbecis que só eles (não vou pedir desculpa pela palavra imbecil) consigam destruir qualquer auto-estima. Se destroem a auto-estima de uma mulher é pôr de lado e dar oportunidade a outro. Está feito!

      Calculo que esta sua parte do comentário: "há homens que nos "tiram do sério", nada de putos (já chegam os netos) mas homens do meu patamar ou dois acima", refere-se a um tirar do sério, mas em bom. Estou consigo, passeiam-se por aí uns exemplares masculinos bem interessantes :DDD

      Eliminar
  3. Abençoada a minha televisão que bloqueia esses canais. É que nem o comando consegue sintonizar o lixo televisivo.
    Dito isto, vamos ao que interessa, ou talvez não.
    Mulheres com 20 anos, nem quando eu tinha vinte anos. Bem, não é exactamente assim porque nos meus 20 tive o grande amor da minha vida que tinha ... 20. Mas era uma mulher, parecida com algumas de 30, 40 ou 50. Daquelas com classe que ainda existem.
    Concordo com a sua perspectiva, Maria.

    Só uma pergunta, aqui para nós que ninguém nos ouve, ao cuidado da senhora 'TIR' ahahah: o que quer, senhora que escreveu e deu o fora, com essa coisa de "há homens que nos "tiram do sério", nada de putos (já chegam os netos) mas homens do meu patamar ou dois acima"? Vá lá, senhora de meia idade, esclareça-me. E aproveite agora que estou calmo.

    Já agora que aqui estou, pergunto - isto é só perguntas - a Marta Moura, o que significa
    "Já estou nos 40 e não os trocava pelos 20" (com um sorriso à frente)?

    As perguntas ficam, as respostas virão ou não, de acordo com a vontade das visadas.
    Se, entretanto, Maria quiser responder a estas questões, mesmo sem eu ter perguntado, está à vontade.

    E é isto. Vou preparar-me psicologicamente para o frente a frente SL Benfica x Bayern de Munique.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Observador, estou na NOS, a NOS não bloqueia este canal, não sei se é coisa boa ou má, vai na volta isto também faz parte da nossa cultura geral :)))

      Aos vinte convém ter... vinte. Convém não parecer que se tem 30/40/50. Temos tempo para lá chegar. Com sorte chegamos lá. Não me parece que aos vinte a coisa passe por classe, talvez mais tarde, não sei, o facto de não se ter um ar vulgar, já é muito bom. Frescura. Os vinte são sinónimo de frescura e, frescura, é coisa que muitas miúdas de vinte não passam. Eh lá, que já estão muito rodadas, no aspecto e na linguagem (peço desculpa pelo termo rodadas, mas não encontrei outro).

      Quanto às suas duas perguntas deixo ao cuidado de quem por direito ;)

      Beijinho para si também.

      PS: Boa sorte para o seu "psicologicamente" :))))

      Eliminar
    2. Estou psicologicamente em alta :))

      Eliminar
  4. em plena aceleração aqui está o TIR para responder ao Sr.Observador, sim porque é de facto um SIR e eu nunca deixo ninguém sem resposta:

    "há homens que nos "tiram do sério", nada de putos (já chegam os netos) mas homens do meu patamar ou dois acima"?

    Quando vejo um homem bonito olho para ele tão discretamente, como um homem faz sobretudo quando acompanhado pela sua cara metade:))
    Já contei isto e ao repetir farto-me de rir: cruzei-me com um, olhei para trás e o maldito do poste resolveu não mover-se e trássss ganhei um galo. Quem me socorreu? O dito senhor e ambos ficámos perdidos de riso depois do que lhe disse. Hoje faz parte dos meus amigos do café, bem como a sua mulher.
    Olhar e apreciar não paga imposto, faz muito bem aos olhos e areja a cabeça:) o que a meu ver não come bocado de ninguém. Também gosto de apreciar algumas mulheres, mas homem bonito e charmoso não escapa ao meu ângulo de visão. Explicado? Sou assim mesmo e não mudo uma virgula.

    Bom jogo rapaz e que o teu Benfica ganhe, caso contrário não sei não! Força campeão.

    Obrigado Maria e desculpa o abuso:)

    ResponderEliminar
  5. :))
    Isto está lindo, está! :)
    (Bons comentários, sentido de humor, cabeça arejadas...)
    E ainda hesitou em regressar, Maria?

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto só acontece porque existem pessoas desse lado que são muito boas nisto de comentar. Ora sabem comentar em tom sério, quando o assunto é sério. Ora sabem usar o sentido de humor quando o assunto dá para brincar. Gosto de pessoas que sabem separar águas.

      Aceite também um beijinho :)

      Eliminar