terça-feira, 19 de abril de 2016

Coisas que eu não entendo na moda, nem na política e tão pouco nas artes

As calças rasgadas, sem ser exageradamente, até entendo, porque também as uso fora de ambientes formais. Os sapatos também entendo porque me identifico com o género. Agora, o lenço atado à volta do joelho é coisinha para me obrigar a realizar um estudo profundo em torno deste tema. Terá o pescoço descaído até ao joelho? Diz que com o passar da idade a lei da gravidade faz estragos e não são poucos. Isto sim, é um assunto sério e não percebo o porquê de não existirem pessoas preocupadas com estas coisas. Acho que vou ali perguntar à Joana Vasconcelos, tenho quase a certeza que ela me entenderá. Ou então pergunto ao Bloco de Esquerda que também é perito nessa coisa dos assuntos fracturantes.


10 comentários :

  1. O Bloco de Esquerda diria que O lenço não fica bem NA mulher.
    O lenço - masculino - e mulher - feminino -não são compatíveis.
    Na onda do cartão de cidadão que não pode ser e o melhor é chamar-lhe cartão de cidadania.
    (isto é um tema para discussão ó se era!)

    A moda é, por vezes, estranha. Não consigo perceber o porquê do lenço no joelho. Na melhor das hipóteses, aceitar-se-ia para joelhos ... constipados :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Bloco de Esquerda anda muito inspirado. Ai anda, anda - como diria o outro. Espero que tanta inspiração não corra mal para o nosso lado.

      Em relação ao cartão de cidadão, deveriam era preocupar-se com a fotografia que nos obrigam a tirar, mais parecemos cadastrados ou o raio. Isso sim era um assunto de extrema urgência (se calhar era melhor colocar aqui aquela palavrinha milagrosa, a da ironia).

      Joelhos constipados. Olhe que não está nada mal pensado :))))

      Eliminar
  2. Ando mesmo desactualizada. Não sabia que isso se usava.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem eu Diana. É o que dá visitar sites de moda. Uma pessoa entra em modo ignorante e sai em modo: c'um catano! as coisas que nos passam ao lado...

      Eliminar
  3. Vai ver que a menina anda com uma dor no joelho, e em vez de usar uma ligadura que se calhar não cabia debaixo das calças, apertou o lenço por cima. Até estou para aqui a pensar, eu que ando com uma dor lixada no joelho direito, se não vou experimentar a receita. Ahahah!
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahah, a Elvira agora esteve muito bem. Sentido de humor muito saudável. Gostei. Vinte pontos porque não posso dar mais :)

      Um abraço para si também.

      Eliminar
  4. Deixa-me que te diga que tenho no encosto de cabeça (nem sei se é este nome) do meu carro, do meu lado e do pendura um lenço igual mas vermelho:))) Agora no joelho? Nunca tinha visto e realmente dá para perguntar "o que as calças terão por debaixo, rasgão ou furo?"

    Os sapatos parecem umas traineiras atadas e atracadas num cais qualquer.

    Quanto ao BE andam a fazer patinagem da parvoeira e não sei não...a queda vai ser lixada para nos lixarem ainda mais como este tãooooo grande problema que nos assola como o Cartão do cidadão cuja foto, pelo menos a minha, ficou sem cabelo. Placar branco e cabelo todo branco deu num "susto". O que me consola é que cada vez que o mostro provoco um riso alargado com a minha ajuda...pode rir porque é mesmo para rir:)))

    Resumindo e concluindo...anda tudo louco!

    Um bom dia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Os sapatos parecem umas traineiras atadas e atracadas num cais qualquer" (ahahahah). Não parecem nada, caramba, os sapatos são giros, vou ver se encontro por ai alguma sapataria com sapatos semelhantes, agrada-me o género. A Fatyly não percebe nada de moda, é o que é :))))

      Quanto à foto do cartão de cidadão em que mais parecemos gente cadastrada, eu nem sequer sabia que somos obrigados a tirar a foto na loja do cidadão. Levei fotos e não serviu para nada. Uma pessoa olha para o cartão de cidadão e nem se reconhece.

      Tenha também um bom dia, Fatyly.

      Eliminar
    2. Ora bem Maria nunca percebi mesmo nada de moda compro apenas o que gosto e acho confortável e nunca sem saber se está ou não na moda. Vais comprar as "traineiras"? Força Maria,mas eu preferia uns sapatos sem atilhos, base larga tipo masculino e já agora explica-me porque é que os sapatos dos homens são mais seguros do que os das mulheres? Porque moda não sei e desejo não fazer "sku" com sapatinhos fininhos que só de olhar para eles fico com calafrios:)))

      Desculpa o abuso, vou almoçar e dar uma volta a pé.

      Eliminar
    3. Dos sapatos de homem não posso falar, mas uso sapatos, quer rasos, quer de salto, e não me queixo. Umas das minhas grandes apostas é no calçado, ou seja, não me importo de vestir uma t-shirt de €2, mas os sapatos têm de ser de qualidade. Os pés agradecem. Lá está, Fatyly, não sou pessoa de acumular muita coisa, porque não gosto, prefiro ter meia dúzia de coisas, mas têm que ter uma qualidade razoável. E já agora têm que ser giras, femininas :))

      Eliminar