quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Criou um blog? Ups! Saiba porque o deve fechar de imediato

Por vezes leio por aí bloggers que acham que determinada pessoa não deveria ter um blog. Sempre que leio coisas destas afigura-se-me (o verbo afigurar é só para parecer que sei usar hífenes e até sei escrever hífenes no plural, muito sei eu de coisa nenhuma) uma comichão no lado esquerdo de quem sobe, do meu cérebro. Cérebro esse muito pequeno e nada compacto. Cérebro em modo pausa desde que nasci só naquela de poupar energia. Dizem que no poupar é que está o ganho e eu, bem mandada como sou, oiço sempre de pés juntos e com os olhos postos no céu os iluminados desta vida, porque é deles o reino dos assumidamente não burros. 

Reino esse que, duvido muito, tenha a presença do Senhor, o Senhor não faz cá discriminações. Tenho para mim que mais depressa dá um pontapé no traseiro de quem se acha melhor do que os outros, de quem analisa à lupa os pontapés na gramática, os erros de sintaxe... 
...
Do que dará a quem se deixa levar pelas letras porque se apaixonou irremediavelmente por elas, e quando uma pessoa se apaixona não está muito preocupada com as figuras tristes que possa fazer, a ser assim não seria paixão. A ser assim não sentiria o prazer (sim, porque de prazer se trata) de agarrar com toda a força os temas que parecem acelerar em sentido contrário ao politicamente correcto, as palavras que arriscam balançar-se sem rede, as opiniões que florescem em catadupa em janelas virtuais.

Pessoas que não deveriam ter blogs porque não sabem escrever e escrevem apenas porque lhes faz um bem danado à alma, escrevem para espantar fantasmas que teimam em assombrar dias que fazem questão de nascer e morrer sem pedir licença, fantasmas que não largam as pessoas, só largam se uma pessoa lhes atirar baldes de letras em cima até que sucumbam aos seus pés, a todas essas pessoas o meu grande bem-haja por não saberem escrever. Gosto muito de gente imperfeita. Os perfeitos não me despertam grande interesse. Aquilo está milimetricamente alinhado para que resulte. Dos calculistas reza a história, é um facto, mas são os outros que têm o segredo de bem saber pintar o mundo de cores que nem sequer combinam entre si. 

(e eis que acabou de sair mais um texto sem sentido algum)

4 comentários :

  1. Bravoooooo!!! É com este texto que Maria vai conseguir convencer Wim Wenders a fazer o filme por que tanto ansiava.
    Hello Hollywood, get ready, success is on its way.
    Preparem-se os Óscares.

    Pronto, Maria, já passou :)))
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma pessoa aqui a esforçar-se por passar uma imagem séria e tudo e tudo, chega o caro Observador e atira-me para os braços de um alemão.

      Sim, sim, percebi, agarrou-se às minhas fragilidades, à parte onde admito com muito pesar que o meu cérebro é "muito pequeno e nada compacto" e tungas, ironiza. Arrasa com um ser indefeso. Há-de ter muitos amigos, há-de :))))
      (com hífenes no há-de porque eu continuo a dar a mão aos mais negligenciados, sejam hífenes com pernas ou sem elas). ProntoS.

      Fui. Amanhã logo vejo se lhe deixo um beijinho ou não. Tenho que me recolher para estudar o assunto :)

      Eliminar
  2. Eláááááá ao ler duas vezes de seguida, fiquei sem fôlego e mais parecias um camião TIR (onde é que eu já ouvi isto?)

    Para além de rir, para além de concordar, para além...Além? Ó satainhada toda dos ceús, ouçam a minha preçe, vou gritar para me ouvirem tá? (olha o tá selecto hem?)

    QUANDO EU FOR GRANDE, QUERO ESCREVER COMO TU MARIA...e para "os que acham que que determinada pessoa não deveria ter um blog", que vão cavar batatas que faz muito bem ao corpo e alma e enquanto tratam os calos...talvez mudem de opinião!

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na blogosfera só há espaço para um camião TIR, esse lugar é seu por mérito próprio, Fatyly. Quando chega arrasa e ai de quem se atravessar pela frente :))

      Não queira ser como eu - já é suficientemente grande à sua maneira, é uma maneira genuína de estar na blogosfera - eu cá apenas gosto disto das letras, faz-me um bem escrever que nem lhe conto. No entanto sugiro três bloggers que escrevem bem que dói, mais existem, felizmente, só que de repente lembrei-me da
      maepreocupada.blogspot.pt
      umamulhernaochora.blogspot.pt
      linharecta.blogs.sapo.pt
      Também fechou um blog há pouco tempo que era muito bom, o blog da Miss Smile. Foi uma pena.
      ...

      Admito que não entendo esta sobranceria de alguém achar que outro alguém constitui uma vergonha nisto de ter um blog. Se existe coisinha que me irrita é gente armada em polícia-blogosférica. Chateia-me e de que maneira. Se pudesse afogava os seres numa piscina de caça sem cedilha.

      Abraço para si também, Fatyly.

      Eliminar