quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Alerta: dondoca moment

Sei que o Natal já passou, mas não quis deixar de partilhar um presente que me foi oferecido e, só não durmo com ele debaixo da almofada com receio que desapareça, porque a embalagem era bem capaz de me rogar uma praga. Uma praga daquelas com cheiro a alho e cebola, o oposto do aroma deste leite de duche - ou lá que nome tem - um aroma que nos fica agarrado à alma, que nos fica agarrado ao tal do indivíduo musculoso que dá pelo nome de coração. Rectifico: este foi um piroseira-mor-moment. O momento, não o presente.

cheirarias e jamais o largarias
(c'um raio, isto dos slogans não é nada fácil)


Tem essência de citrinos, confirmo.
É... como diria o outro... m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o
E não, não é publicidade encapotada. É a verdade. 
Sou parva, bem sei. Publicitar um produto de graça é só para gente sem um dedo de testa.

(e ainda digo eu que não faço questão disso dos presentes...deste gostei, ó ó)

17 comentários :

  1. Ora bem, se gosta do produto, e se sente bem com ele foi decerto uma boa oferta.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando gosto muito, não é só um pouco, é mesmo muito, partilho.

      Também aconteceu com um licor de frutos silvestres que um dia partilhei, parece que levou alguém a comprar, a gostar e a enviar-me um email. Já aconteceu com um livro - um do Manuel da Fonseca. Ou seja, é reconfortante perceber que algumas pessoas aceitam sugestões de quem nem sequer conhecem. E não, não me pagam para isso. Convém deixar bem sublinhado, não vá o diabo tecê-las. Afinal os blogs servem para muita coisa :)

      Abraço, Elvira.

      Eliminar
  2. Ora há presentes e presentes e como sabe bem receber e gostar-se muito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fatyly, não faço muita questão de receber presentes no Natal, acho que faz mais sentido para as crianças. Entretanto existe aquela coisa de que muita gente só tenta despachar aquilo que recebeu em anos anteriores e não gostou. Embrulham e despacham para outra pessoa. Seria incapaz de o fazer. Mas isto sou eu...

      Eliminar
  3. Que mais me pode acontecer?
    No pensamento, o facto da 5ª feira que está de saída, amanhã é dis de sorteio euromilhões e tal, o fim de semana não tarda, eis que me vem à cabeça passar pelo 'Amanhecer Tardiamente'.
    E o que vi, anh? Publicidade a um produto manhoso, um tal 'lait de duche', coisa horrorosa.

    Aqui para nós, Maria, é verdade que alguém lhe ofereceu essa maravilha? Bom, já que está deixe estar.
    Experimentou engraxar as botas com o tal 'lait de duche'?

    Nossa Senhora!!! Como é possível?!?!
    Fui, não aguento o cheiro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "produto manhoso"???... "produto manhoso"???... "produto manhoso"???... "produto manhoso"???... "produto manhoso"???... "produto manhoso"???... "produto manhoso"???... "produto manhoso"???... "produto manhoso"???... Ó meu Deus que me vai dar um cosinha má. Ó meu Deus qu ejá me deu. Chamou a uma das melhores marcas do mercado, que tem produtos fabulosos (um pouco caros, é bem verdade) de "produto manhoso"??? Aiiiiiiiiiii... tóing! Isto fui eu que acabei de desfalecer.

      Vou ali beber e cheirar ao mesmo tempo resmas de limão a ver se me acalmo... "produto manhoso"???... pfffffffffff.

      Aviso à blogolândia: a dona deste blog vai manter as portas fechadas ao caro Observador (hummm, caro) nos próximos dias para recuperar deste comentário (ahahah) "produto manhoso"???... outra vez pffffffffffff
      ...

      PS: Agora num registo mais sério, este é, sem dúvida, um produto espectacular. O perfume do leite de duche, de citrinos, a sensação relaxante que passa, não tem preço. Eu adorei o presente. Se adorei, partilho.

      Eliminar
    2. Bem, para terminar a leitura de hoje, deparo-me com a conversa do Observador e a tua resposta. Ri tanto, mas tanto...que mal vejo as teclas:))) foi do melhor e a pensar nos dois vou-me deitar super bem disposta e por hoje é tudo.

      Um obrigado sincero aos dois**



      Obrigado a ambos

      Eliminar
    3. fatyly, já tenho dois cabelos brancos à custa destes comentários trocados com o senhor, muito caro, Observador :)))

      Eliminar
    4. Aposto que ninguém tinha conseguido pôr a Maria a escrever 12 vezes o termo 'produto manhoso'. Se não ganhar a aposta, quero provas, ó se quero.
      Espero que já tenha recuperado. Uma Maria à beira de ser atacada por uma coisa má e desfalecida, é coisa para nos levar ao suicídio. Tragam-me já o facãoooo!!!

      Citrinos, pois, e o resto da composição? Disso Maria não fala. Aquilo tem óleo de lagartixa podre. Vá por mim.

      Fatyly, eu gosto de falar com a Maria mas este 'post' de hoje, além de cheirar a citrinos cuja única vantagem é acalmar, deixou-me entre a vida e a morte Severina. Maria desfalece, Fatyly fica com problemas de visão ... não, isto não pode estar a acontecer.

      Fatyly agradece, Maria tem dois cabelos brancos à custa destes comentários trocados comigo - sim, o senhor só posso ser eu. Chama-me muito caro. E a Fatyly ri-se.

      E eu digo: vá lá ser-se prior numa freguesia destas :)))

      Eliminar
    5. Caro Observador, vou confessar aqui que ninguém nos ouve, aliás só ouvem os mesmos do tal grupo que perseguem as pessoas na blogosfera, que publiquei este post propositadamente, algo me dizia que os mesmos se iriam descabelar, ficam possessos quando alguém de um blog qualquer se atreve a publicar um qualquer produto. Ou seja, todo e qualquer produto que uma pessoa publique quer dizer que é publicidade paga. Que escreve o posto fingindo uma coisa e, vai-se a ver, é outra. Trabalho desde os meus 23 anos, nunca roubei ninguém, nunca precisei que me oferecessem nada, sempre paguei o que quer que seja com o fruto do meu trabalho, com o meu ordenado, são completamente ridículas acusações que fazem a toda e qualquer pessoa que tenham blogs. Aliás, a partir do momento em que uma pessoa tem bem visível que é um post patrocinado (o que não é o caso deste, não existe publicidade neste blog porque não quero, tal como outras pessoas também já recebi a tal coisa da proposta) não vejo motivo para perseguições. Só sou contra publicidade encapotada. Apenas isso. O resto, tranquilo. Somos adultos e só compra quem quer, Desde que não se engane, está-se bem.
      ...
      Ao dizer que o produto era um pouco caro, é bem verdade, vivemos num país em que uma grande maioria ganha o ordenado mínimo nacional, comprar um creme de rosto da Biotherm por €60 + um creme de contorno de olhos por €30 + este produto que ronda os €22, não me parece viável para gente que tem que pagar renda de casa, comprar comida, escola dos filhos e por aí fora com um ordenado de apenas €500/€600. Sim, é um produto caro tendo em conta que uma grande maioria dos portugueses tem pouco ou quase nenhum poder de compra. Não é preciso ser muito inteligente para perceber isso.

      Eu acho que andamos todos à beira de um ataque de nervos, qualquer coisa serve para atacar quem quer que seja, isto é um blog em que falo de tudo. Seria um pouco estranho que existissem pessoas em blogs, como existiam no tempo da ditadura, aquela coisa do lápis azul. É um bocadinho ridículo ditaduras em blogs, penso eu. Talvez seja por isso que cada vez mais gente desiste desta coisa de ter um blog e vai embora. O que não deixa de ser uma pena. A blogosfera acaba por ir ficando, dia após dia, cada vez mais pobre...

      PS: Tenho cá para mim que me vai dar para começar a ir por aqui durante uns tempos, a publicar posts destes, só para os ver a arrancar os cabelos :))))))))

      Eliminar
    6. Ahhhhhh, se calhar deveria aumentar mais o tamanho da embalagem para se ver um pouco melhor :DDDDDDD

      Eliminar
    7. Caríssima Maria (isto é mais que caro, ahn?)
      Não lhe passou pela cabeça que a minha intenção foi negativa quando escrevi o que escrevi, pois não? Espero mesmo que não.
      Faça ou não faça publicidade, o que tenho eu a ver com isso? Rigorosamente nada, como é fácil de admitir.
      'Portantos', não me descabelei. Hai capito?

      E como ninguém nos ouve, digo-lhe que já me convidaram para colocar publicidade no meu blogue. Não aceitei pois, além de não fazerm o meu género, não teriam dinheiro para me pagar.

      No meu blogue a ditadura está institucionalizada. Sou eu que mando :))
      Maria, continue a fazer do seu blogue o que entender. Compre, publicite e, caso o entenda, diga se o(s) produto(s) é(são) bom(ns).
      E não precisa de aumentar o tamanho da embalagem ;)

      Eliminar
    8. Eu cá acho que sabe a quem (talvez esticando um pouco ao lado plural da coisa) me refiro. Acho, não tenho a certeza...

      Sabe o que me chateia nisto de publicar um produto só porque sim? É que nem sequer passa pela cabeça dos desconfiados desta vida, que são mais do que as mães, que exista gente que o faz sem qualquer contrapartida, que não exista desonestidade por ali, nem sequer qualquer tipo de ostentação ou o raio, é apenas mais um post num blog generalista. Gosto de algo, acho que faz sentido escrever um post na onda light, arrasto até aqui e está feito. Se pessoas adultas acharem por bem, experimentar, óptimo, eu não morro, nem ganha nada com isso, elas passam a andar por aí a cheirar a citrinos :)))))

      No dia em que me decidir aceitar publicidade paga, informo com um texto que a partir dali sempre que trouxer um produto da marca xpto, o produto é patrocinado. É assim que funciono, não só no blog, como na vida.

      Ahahahahahaha... "não teriam dinheiro para me pagar", o caro Observador é muito espirituoso :)))

      Eliminar
    9. "não teriam dinheiro para me pagar" ... pura realidade.

      Eliminar
    10. Mas... mas... pelo que já recebi e recusei, são eles que determinam o preço. Dizem: pago-lhe isto para que no seu blog apareça este produto, durante este tempo e as regras são estas. Ponto. A malta aceita ou não. Pelo menos foi o que aconteceu comigo.

      Eliminar
    11. Ó pra mim a ser teimoso: não têm dinheiro para me pagar.
      (Onde é que posso fazer um desenho?) :)

      Eliminar