quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Já não bastava quererem esturricar uma pessoa com cobertores eléctricos, agora querem fritar-nos os pezinhos com...

... meias. Não são umas meias quaisquer, nãããããããõooo, são meias que desligam a televisão se a malta por acaso adormecer. Adormecer de cansaço porque trabalhou muito durante o dia, ou adormecer de tédio devido à programação televisiva que por vezes é tão boa, mas tão boa, que uma pessoa infelizmente não tem outro remédio senão adormecer. Não é porque queira, é mesmo porque aquilo cansa muito na parte do bom. Um livro é sempre uma boa alternativa. Espero que ninguém se lembre um dia destes de os desligar para sempre. Com meias ou sem elas. Pensando bem... depende dos livros.

Ó p'ró vídeo das meias para os pés.
(por favor não digam peúgos, peúgos soa a coisa muito mal lavada, se tiver que ser, antes peúgas)


Notícia gentilmente emprestada por este jornal, jornal esse que conseguiu fazer-me sorrir com a história das meias inteligentes. Uma pessoa precisa de sorrir para conseguir sobreviver. Que se sobreviva em uníssono.

13 comentários :

  1. Respostas
    1. É deixá-los inventar. Por mim só estou à espera que inventem carros que possam circular no ar. Estou mortinha para ver como é que aquilo funciona sem estradas e sem semáforos :)))

      Eliminar
  2. A fonte da notícia (isto é uma notícia?) é manhosa mas, nataliciamente falando, deixai-os andar.
    Quando às meias, tenho a dizer que comigo não contam. E se a coisa dá para electrocutar os meus delicados pezinhos?

    Consegui escrever isto tudo sem dizer peúgas e muito menos peúgos :)))))
    Beijinho, Maria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma notícia sim senhor. E daquelas que nos fazem rir. Caramba, um dias destes dá-me um AVC se só ler blogs que puxam para baixo. Querem matar-se uns aos outros. Bolas, anda tudo doido, mas é. Isto anda muito pesado na blogosfera. Esta notícia é uma lufada de ar fresco e o caro Observador já sabe que sou por ventilar os espaços :)))

      Beijinho para si também. Se precisar de limões, diga, envio por email :))

      Eliminar
  3. Será possível? Como é que as meias souberam que ela tinha adormecido? :)
    Acho que preferia que inventassem umas meias bem quentinhas e só :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gábi, o vídeo explica como é que as ditas meias funcionam. A mim não me apanhavam com elas calçadas :)))

      Eliminar
  4. Maria... Não sei porquê, mas estou a ver uma determinada pessoa comprar estas meias.. Sim, esse... Qual deles? O mais bonito.. Ah, a Maria não acha nenhum bonito (e num dos casos tem razão) ... Não é o mano, é o outro... Sim, esse... Estou a vê-lo a comprar meias destas... Ele gosta deste tipo de coisas, anda de bit fit (ou fit bit??) 24 horas por dia :D

    Bolas... Quem é que diz aos fabricantes dessaz meias que as televisões têm uma função que se pode programar para desligar ao fim de X tempo sem mexer no comando? Se realmente a pessoa estiver acordada e a gostar tanto da programação que nem se mexeu durante horas, basta clicar numa tecla qualquer, que ela não se desliga... Ela avisa uns minutos antes :D

    Abraço :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho que pesquisar para saber o que é isso do "bit fit (ou fit bit??)". Admito a minha ignorância. Não faço a menor ideia do que seja. No entanto alguém que usa algo com um nome tão estranho, provavelmente também usaria umas meias destas. Sem dúvida alguma :))))

      As televisões modernas têm tudo e mais alguma coisa, não me admira que possam já estar preparadas para este género de coisas. Eu que nem sequer tenho uma das mais modernas, mesmo assim acho que só lhe falta fazer bolos :DDDDD

      Abraço para si também.

      Eliminar
    2. Eu também nunca tinha ouvido falar... Aquilo é tipo uma pulseira... É tipo não, é mesmo uma pulseira com um chip que só não avisa que vai sendo altura de aparar a barba... Aquilo conta os batimentos cardíacos, as pulsações, as vezes que a pessoa se mexeu durante a noite, isso tudo... E vai mandando a informação para uma aplicação de telemóvel... De cada vez que a pessoa sobe a uma balança aquilo também faz os cálculos todos e manda para o telemóvel, conta os passos que a pessoa dá também... Parece que só não avisa que a barba já está grande demais... Um amigo meu diz que uma pessoa que seja muito dependente daquilo, aquilo algum dia fica sem bateria, ou avaria e ele telefona para a funerária, convencido de que está morto :D

      Agora lembrei-me de uma coisa, por causa do título... Eu pensava que ninguém se deitava debaixo de um cobertor eléctrico com ele ligado... Mas há pouco tempo ouvi dizer que uma pessoa tinha morrido assim e pensei que não deve ter sido a única que o fazia, só não tinha acontecido ainda com mais ninguém, que eu tivesse conhecimento... Eu nunca tive tal coisa, claro, mas pensava que era como aqueles sacos de água quente que se compram nos chineses... Que a pessoa pensava "Vou-me deitar daqui por uma hora" e ligava aquilo e depois, quando se fosse deitar já aquilo estava quentinho e desligava... Nunca me passou pela cabeça que alguém se deitasse debaixo de uma coisa dessas ligada à electricidade... Lol

      :)

      Eliminar
    3. Existem pessoas que estão a ficar demasiado dependentes de todo o tipo de aplicações. Não me parece nada saudável. Antes pelo contrário. Mas pronto, quem sou eu...

      A primeira vez que ouvi falar de cobertores eléctricos, encolhi-me. De receio. Jamais compraria algo semelhante. Entretanto as pessoas compram este tipo de coisas e nem sequer querem saber como funciona. É o velho hábito de nem sequer ler as instruções. Um dia corre mal. E corre um bocadinho pior para os que acham que só acontece aos outros. Digo-lhe, São, não existe nada que eu compre que não leia as instruções de um lado ao outro, isto depois de ter feito perguntas e mais perguntas na loja ao técnico. Sim, sou um achata que não se aguenta nestas coisas, existe o lado bom, desfruto de todas as funcionalidades dos aparelhos. Acaba por valer a pena o investimento. Isso de comprar aparelhos sofisticados e só usar o botão do off e do on, é um bocadinho estranho... É isso e os rótulos das embalagens com os avisos, também leio antes de usar. Sou um ser estranho, bem sei :))

      Eliminar
    4. Também me parece uma coisa estranha... Mas ele é mesmo assim :D... E parece que é feliz lá na vidinha dele... Pena que eu não possa entrar nela :D

      A primeira coisa que pensei quando o ouvi e li a falar daquilo todo entusiasmado foi : mas quem é que quer andar de pulseira electrónica sem estar sequer indiciado de crime nenhum?? Aquilo deve dar azo a obsessões e tudo... Do estilo "Ai, ontem o meu coração deu menos uma batida que hoje! Estarei doente??"

      Eu também sou assim... Gosto de ler tudo... E fazer tudo como as instruções dizem... Mas nem toda a gente é assim... Eu não digo que não compraria, se tivesse muito dinheiro e fosse muito friorenta, mas não me parece artigo de primeira necessidade... E jamais me deitaria debaixo de tal coisa, estando ela ligada!! Seria como eu disse: uma coisa para aquecer antes e já estar desligada quando eu me fosse deitar...

      :)

      Eliminar
  5. Que coisa mais disparata e com tanta tecnologia à mistura um dia acordam mortos (como é tão comum ouvir).

    Cobertores eléctricos, não obrigado, mas infelizmente há velhos que usam e pensam em desligar, mas adormecem antes de... Sacos de água quente? Usava nas camas das filhas, mas antes de me deitar, tirava-os às duas.

    Agora essas meias...não lembra ao diabo!!!!

    Um post bem disposto e valeu a pena ler e ver:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu cá acho que nada chega a um édredon, ou mesmo dois. Eu uso dois no inverno. São anti-alérgicos (sou alérgica ao pó, fico quase sem conseguir respirar), vão à máquina de lavar, isto se for uma máquina das grande. Por muito frio que esteja debaixo dos édredons o frio não se sente. Ainda por cima são leves, não têm aqueles peso dos cobertores. Só vantagens, portanto :)

      As invenções para facilitar tudo e mais alguma coisa dão nisto. Gente cada vez mais preguiçosa e mais obesa. Bah!

      Bom domingo, Fatyly :)

      Eliminar