quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Misturas explosivas

A capa do Jornal I de hoje brinda-nos com sumo daquele que já perdeu a validade há muito tempo. Se é que sumo deste alguma vez esteve dentro do prazo. Ele há gostos para tudo! É uma mistura de dois frutos tóxicos. Metade de Arroja e metade de Trump. Uma pessoa em momentos destes baralha-se, não sabe se chora ou se ri. Aliás, uma pessoa em momentos destes sente-se estúpida e de tão baralhada nem sabe porquê.



9 comentários :

  1. Segure-se numa balança, coloquem-se estes dois anormais um em cada prato e espere-se.
    Espere-se para ver para que lado a balança pende. Cá para mim ficam ao mesmo nível.
    Arroja e Tramp, uma trampa de gente.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro Arroja tem um Porto Canal que lhe dá tempo de antena. Obviamente que todos têm direito à tal liberdade de expressão mas, uma situação é exibi-la no café da tia Umbelina ou mesmo num blog, outra bem diferente é deixar que pessoas destas, com um elevado grau cultural (activar o modo ironia sff e pf também) ocupem um espaço de televisão e ainda lhes paguem para dizer este tipo de barbaridades.

      Donald Trump gosta de alimentar o ódio. É um homem perigoso que acumula com o facto de trabalhar no circo. Um palhaço, portanto.

      Raios! Gente imbecil, mas é.
      ...

      Tenha uma boa noite, caro Observador.

      Eliminar
    2. Uma chamada de atenção, Maria. O café da tia Umbelina já passou à classe de snack :)

      Eliminar
  2. Gente que não merece o rótulo de "gente". São imbecis, sem um pingo de humanidade é o que me apraz dizer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que há gente que tem o intestino grosso ligado ao cérebro. Peço desculpa, Carpe, existem criaturas com quem não se consegue ser lá muito polido.

      Eliminar
  3. Estes dois "senhores" são gémeos na estupidez. Como diria a minha avó, se ainda por cá andasse, eles não têm culpa. A culpa é de quem lhes dá ouvidos (leia-se notoriedade)
    Um abraço.

    P.S. Gostei do seu espaço. Vou levar o link

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podia ter-se estragado só uma casa, neste caso um país... Bom, como somos um povo que gosta de partilhar o que tem com os outros, sugiro que se ofereça o senhor da Economia Arroja aos EUA.

      Também concordo, tenho para mim que o Porto Canal ao dar tempo de antena está a ser cúmplice de tudo o que este senhor diz, ainda que o canal argumente que ele é responsável pelos seus próprios comentários. Que argumento estranho. Quer dizer que eu contrato alguém para trabalhar numa empresa, a pessoa só faz disparates e eu desligo-me dos tais disparates?! Já percebi o porquê de algumas empresas se afundarem... ou não, vai na volta dá-lhes audiência e portanto está tudo bem, quando acaba bem (para eles, evidentemente).

      PS: Obrigada, Elvira, leve o que bem entender :)

      Eliminar
  4. Para mim não são "frutos tóxicos" mas dois canos de esgoto que brotam só "ªªªªª" e como tal não merecem mais uma palavra minha.

    Oxalá que tudo o que têm dito lhes caía em cima a triplicar, porque gente desta deveria ser condenada, julgada e condenado...mas o dinheiro fala mais alto!

    Um nojo!!!!

    Um bom serão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fatyly, a frase da criatura Arroja é das coisinhas mais idiotas que me foi dado a ler nestes últimos tempos, o homem consegue superar-se - não em bom - de cada vez que abre a boca. Quanto ao Trump, só pode estar doente, muito doente.

      Eliminar