quinta-feira, 19 de novembro de 2015

We'll always have... afectos

Que se fuzilem já todos aqueles que colocam a vírgula entre o sujeito e o predicado porque deles nunca será  o reino dos Céus.


O sujeito entrou de rompante na sala empunhando uma kalashnikov e gritou para os presentes - levantem-se todos aqueles que não sabem colocar uma vírgula no seu devido lugar. Algumas pessoas levantaram-se timidamente, aterrorizadas, sem saber muito bem o que fazer, temiam pela sua vida, até à data tinham vivido a medo, medo de serem descobertas, sabiam da vergonha, receavam ser excluídas de toda uma sociedade perfeita. Um dos mais graves pecados capitais. Um género de anexo ao sétimo pecado capital, a preguiça. Digo eu que não sabia muito bem onde enfiar este pecado da vírgula mal colocada. A vírgula e todos aqueles que mal conseguem dormir com gente desta a conspurcar o mundo. Bom, saber até sabia, mas não vamos por aí. O Senhor nunca me perdoaria. Já bastam os que empunham kalashnikov sempre que querem dar lições aos outros.

Soubessem eles que isso das armas visíveis e, das não visíveis mas, que matam na mesma, são desnecessárias quando se age sem rancor.