sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Natal 2015. O anúncio do ano mais aguardado em Inglaterra acabou de acontecer

E acho que está muito bem conseguido. Ah e tal o Natal é sempre a mesma coisa. Não, não é. Admito que existiu um tempo em que também assim pensei, esse momento foi quando ainda estava na fase da revolta, a revolta por não entender o porquê de alguém nos ser roubado definitivamente. Entretanto lá fiz o luto e a coisa deu-se. Fiz as pazes com o Natal. O ano passado já consegui enfeitar um pouco a casa, sem árvore ainda, mas existiram luzes pelo menos. Sim, sou igual às crianças, o que mais gosto no Natal são as luzes espalhadas pela cidade, as luzes nas janelas das casas. deixar pequenos pontos de luz de todas as cores a piscar em alguns cantos do meu mundo. Aquilo faz-me bem à alma. A bem dizer não se precisa de grandes coisas para que o olhar brilhe. Digo eu, que realmente não preciso. Este ano é que é. Este ano faço uma grande árvore de Natal... penduro uma foto da minha mãe lá no sitio da estrela. Bem lá no alto, onde só alguns conseguem chegar e iluminar outros. Ou alumiar outros.

Eis a notícia e respectivo vídeo com o anúncio:



8 comentários :

  1. O vídeo é uma maravilha. Assim, apetece ouvir/ver o aviso da chegada do Natal.

    Permita-me, Maria, destacar do seu texto algo que me tocou: "Este ano faço uma grande árvore de Natal... penduro uma foto da minha mãe lá no sitio da estrela. Bem lá no alto, onde só alguns conseguem chegar e iluminar outros".

    É verdade, só alguns conseguem chegar e iluminar outros.
    Um beijinho para si.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está realmente muito bom. Eu gostei. Não está lamechas, a mensagem passa. O importante é que a mensagem passe. Resolvi começar a contrariar um pouco tudo isto que se passa nas redes sociais e não só. Esta agressividade. Dizia um artigo que li há pouco tempo num jornal online que o facto das pessoas passarem tanto tempo nas redes sociais está a gerar gente cada vez mais agressiva. Começo a acreditar que sim.

      Vou fazer mesmo, caro Observador, este ano há árvore de Natal. Preciso de continuar a tradição de família, já percebi (só há pouco tempo percebi) que sem querer influencio outras pessoas, portanto tenho que arregaçar as mangas e influenciar as pessoas à minha volta de forma positiva. Até o meu pai ficou mais feliz quando lhe disse que vou fazer a árvore. A foto da minha mãe é uma forma de a ter presente, embora esteja sempre presente, só que assim é... especial.

      Beijinho e bom fim-de-semana.

      Eliminar
  2. O vídeo passa a mensagem, sim, apenas lamento - é todos os anos isto:( - que não seja Natal o ano todo. É que esta realidade não é datada, é de todos os dias.:(

    Faça a sua árvore, Maria, e este ano, garanto-lhe, vai ser aquele em que ficará mais bonita.


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me parece que seja todos os anos isto, GL. E para ser especial tem mesmo quer ser datada, senão cai na banalidade e perde-se o espírito do mesmo. O Natal quer se queira, quer não, tem qualquer coisa no ar de muito especial. Só desaparece quando se está zangado com a vida. Aí não há mensagem alguma que nos toque. Andei assim vários anos, agora que já passou, sinto um certo alívio por voltar a sentir o cheiro bom do Natal. Só o entusiasmo da criançada quase que faz valer a pena está época :)

      As minhas árvores são sempre um pouco diferentes daquelas que as pessoas estão habituadas a ver, não sei se agrada aos mais conservadores...

      Eliminar
  3. Raramente fico sem saber bem o que dizer. Acho que o video está EXCELENTE quer pela mensagem, quer pelas imagens. Adoro boa publicidade e este alusivo a uma data que adoro "tal criança encantada", pois claro o Natal, fiquei deveras emocionada.

    Obrigado Maria por teres divulgado o que ainda desconhecia, porque se o do ano passado com o pinguim vi e revi...este foi muito mais além!

    Beijos e uma boa tarde de sol!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Excelente parece-me o adjectivo que melhor vai ao encontro deste vídeo. É fácil partilhar aquilo que é bom. Quando li que não iria passar na tv portuguesa achei por bem divulgar. Partilha-se tanta coisa que não presta, por que não alterar o rumo das coisas.

      Isto é que me parece muito bem, um dia de sol, já estive no terraço a apanhar um pouco. Tenha uma boa tarde, Fatyly.

      Eliminar
  4. Vender, como todos sabemos, é uma arte. E quem fez este filme é mesmo bom na sua área.

    Um beijinho, Maria :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A criatividade parece que fugiu para parte incerta. Até nisso estamos muito mais pobres. Felizmente que de vez em quando vão aparecendo bons exemplos como este do vídeo.

      Beijinho para si também. Bom fim-de-semana :)

      Eliminar